Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Safra de feijão injeta R$ 42 milhões na economia de RO.


Com o incentivo oferecido através dos projetos Semear, que distribuiu 300 toneladas de sementes selecionadas; Solo Fértil, que adquiriu 15 000 toneladas de calcário, e o Promec, com 75 000 horas-máquina aplicadas em serviços como destoca, terreirões e escavação de represas para irrigação, entre outros, a expectativa da Secretaria de Estado da Agricultura, Produção e Desenvolvimento Econômico e Social (Seapes) é que a colheita deste ano ultrapasse as 700 000 sacas.

Boa parte delas está sendo adquirida pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), uma vez que o preço de referência fixado - R$ 60,00 a saca para grãos dos tipos 1 e 2 - estava acima do preço de mercado praticado no início da safra. Com a entrada da Conab, o mercado reagiu e as cerealistas melhoraram a oferta de compra, o que reduziu flutuações e reequilibrou o sistema.

Em parceria com a Seapes, que colocou duas carretas para transportar o feijão desde os galpões de estocagem provisória alugados pela Emater/RO e por diversas prefeituras até os armazéns da companhia, e também com o Idaron, órgão responsável por atestar a qualidade dos grãos, a Conab deve ajudar a fechar todos os elos desta cadeia produtiva, pois o feijão vai injetar na economia cerca de R$ 42 milhões até o fim da colheita de 2007, previsto para a primeira quinzena de agosto.

Os postos avançados de compra da companhia, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), estão localizados em Alvorada do Oeste, Ouro Preto, Alta Floresta, Rolim de Moura e Alto Alegre dos Parecis. Apenas nestas três cidades, segundo Niécio Campanati, superintendente da Conab em Rondônia, devem ser adquiridos mais de 66 000 sacas de feijão.

"A articulação entre todas as esferas de governo é fundamental nesse momento, para que o produtor rural tenha, em sua conta bancária, a compensação por um árduo esforço que, muitas vezes, envolve toda sua família", ressalta o secretário de Estado da Agricultura, Marco Antonio Petisco, ao analisar a evolução da produção de feijão em Rondônia.

Em 2005/2006, a safra foi de 36.621 toneladas. "O aumento de 15% esperado para este ano é ainda maior do que os 10,67% registrados em relação a 2004/2005, o que demonstra a adequação da estratégia de trabalho do Executivo para o incentivo à agricultura familiar em nosso estado", afirma ele. 
 
Fonte: Decom -  SEAPES

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

As Forças de Segurança do governo brasileiro estão em ação conjunta ao redor e dentro da Terra Indígena Yanomami para impedir atividades criminosas

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

A parceria entre o Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (CIMCERO) e o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia tem incentivado junto as pre

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)