Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Rondônia reforça a exploração racional de essências florestais


 
Acordo entre Sebrae e Secretaria de Desenvolvimento Ambiental faz parte de estruturante de manejo florestal da Amazônia, que prevê ações até 2009

O Sebrae em Rondônia firmou nessa semana, em Porto Velho, termo de cooperação técnica e financeira com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) para promover o projeto de extrativismo em unidades de conservação nas reservas de Maçaranduba, Castanheira e Rio Preto Jacundá, na região dos municípios de Machadinho do Oeste e Vale do Anari, em Rondônia.

O termo é a concretização de um trabalho que o Sebrae vem desenvolvendo com parceiros estratégicos e que resulta no Projeto Estruturante de Manejo Florestal não Madeireiro da Amazônia, envolvendo a exploração racional de seis produtos e essências florestais nos Estados do Amapá, Pará, Roraima, Amazonas, Acre e Tocantins, além de Rondônia.

No Estado de Rondônia, por exemplo, serão explorados a castanha-do-brasil, óleo de copaíba e extrato de açaí, enquanto que no âmbito regional são contemplados também o azeite de andiroba, de babaçu e unha-de-gato. O documento foi assinado pelo superintendente do Sebrae/RO, Pedro Teixeira Chaves, e pelo secretário Cletho Muniz de Brito, na sede da Sedam, em Porto Velho. Outros projetos podem ser incluídos no termo de cooperação técnica.

Ao ser firmado, o termo estabelece aliança institucional para a realização de ações integradas no apoio técnico e financeiro na execução de projetos extrativistas em unidades de conservação, promovendo seu desenvolvimento econômico e social sustentável, incluindo e respeitando a vocação de populações tradicionais.

Pelo acordo firmado, “estamos incentivando a exploração ao máximo da floresta em pé, que dá tanto lucro, ou mais até, caso estivesse no chão”, disse no ato da assinatura o diretor do Sebrae/RO, Pedro Teixeira Chaves. Ele citou como exemplo o trabalho que já se fez com o projeto Tecido da Floresta.

Para o secretário Muniz de Brito, a iniciativa do Sebrae é importante por contribuir com a exploração racional de essências florestais utilizando o conhecimento das populações tradicionais, que deve ser considerado e agregado a qualquer projeto de desenvolvimento sustentável.

AGÊNCIA SEBRAE/Canal Rural

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto