Porto Velho (RO) sábado, 16 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Regularização fundiária chega a mais de 260 mil hectares de Rondônia



Técnicos do serviço de regularização fundiária do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Rondônia trabalham em campo para titular imóveis rurais das Glebas Jorge Teixeira e Conceição, dentro dos municípios de Porto Velho, Costa Marques e São Francisco do Guaporé.

Quatro servidores já executam os laudos de vistoria de 6 mil hectares na Gleba Conceição (fora dos limites resguardados pela Ação Civil Pública, na região de União Bandeirantes). Já na semana que vem, outros vinte partem em direção a Costa Marques, onde se dividirão em quatro equipes para vistoriar 260 mil hectares. "Nos laudos de vistoria, os servidores verificam itens como localização do imóvel, topografia e qualidade do solo. Índices que, junto ao valor de mercado, formam o preço do imóvel", explica Francisco Sales, chefe da Divisão de Ordenamento da Estrutura Fundiária em Rondônia. Também será feito o georreferenciamento (medição das dimensões usando coordenadas geográficas) dos imóveis, através de empresa terceirizada. Um investimento de 280 mil em julho e 270 mil a partir de agosto. A previsão é de que até outubro as ações estejam concluídas.

Com esse trabalho, cerca de 1.350 proprietários rurais de lotes com até 900 hectares terão acesso ao título da terra, pelo qual poderão pagar em até 10 anos. É a oportunidade que muitos esperavam para investir na produção e desenvolver o meio rural rondoniense.

Fonte: INCRA/Vanessa Ibrahim

Mais Sobre Meio Ambiente

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir

ADVOGADO DA EMPRESA DIZ,  "A VALE NÃO É A RESPONSÁVEL POR BRUMADINHO E DIRETORIA NÃO SE AFASTARÁ"

ADVOGADO DA EMPRESA DIZ, "A VALE NÃO É A RESPONSÁVEL POR BRUMADINHO E DIRETORIA NÃO SE AFASTARÁ"

Um dos mais importantes advogados da Vale, Sergio Bermudes, apresentou de público a visão da companha sobre o crime de Brumadinho: a companhia não é r