Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Recocadores desencalham o Navio-Patrulha Pedro Teixeira



A Marinha do Brasil informa que, após sete dias de operações, o Navio-Patrulha Fluvial "Pedro Teixeira" desencalhou na tarde de ontem, por volta das 15h, com o auxílio de empurradores e rebocadores de empresas que operam no rio Madeira.

O navio, que encalhou no último dia 21, por volta das 18h, realizava a Operação de Patrulha Fluvial "MADEIRA III", descendo o rio, a 75 milhas náuticas de Porto Velho (RO) - na milhagem 505 do Rio Madeira (Lat. 08º 12,791' S e Long. 063º 16,681' W ).

Prontamente, a Marinha do Brasil, por meio do Comando do 9º Distrito Naval, determinou o envio do Navio-Patrulha Fluvial "Roraima" do cais da Estação Naval Rio Negro, em Manaus, para prestar apoio ao navio encalhado. Além disso, a Delegacia Fluvial de Porto Velho acionou diversas empresas que operam no rio Madeira para auxiliar no desencalhe. Desde o momento do incidente, a tripulação do navio iniciou os trabalhos marinheiros e as manobras de peso necessários para facilitar a operação de desencalhe.

Contando com o indispensável auxílio de empurradores e rebocadores, pertencentes às empresas de navegação que operam na calha do rio Madeira, foram realizadas diversas tentativas de retirada do navio. A forte correnteza (cerca de 5 nós) e as características do rio dificultaram as ações.

O Comando do 9º Distrito Naval envidou todos os esforços operacionais, de material e de pessoal, para retirar o navio do local. O Navio-Patrulha Fluvial "Roraima", dois helicópteros do 3º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral e uma lancha da Delegacia Fluvial de Porto Velho estiveram no local provendo o apoio necessário. Cerca de 200 pessoas trabalharam na operação, entre militares e civis.

Apesar do incidente, não houve avaria grave, vazamentos, nem acidentes com o pessoal, além de não ter havido poluição hídrica.

O navio passará agora por uma inspeção e retornará ao seu porto sede.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (61) 3429-1021 / 9271-6003, junto ao Centro de Comunicação Social da Marinha.

Fonte: CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto