Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

'Queimadas Urbanas: Aumenta número de denúncias recebidas pelo 0800



Criada em junho deste ano, a campanha de prevenção “Queimadas Urbanas: Apague essa Idéia”, da Prefeitura de Porto Velho, contribuiu para o aumento de 225% no número de denúncias que chegam à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), por meio da Linha Verde em Defesa do Meio Ambiente, o “Disk Queimadas 0800-647-1320”. O índice refere-se ao período de 04 de junho a 28 de julho. Nesse período, até a manhã desta quinta-feira, 28 de julho, a Sema já havia recebido 364 denúncias de queimadas urbanas.

Em 2010, de janeiro a dezembro o número de registros não ultrapassaram 112 denúncias. A tendência é esse número aumentar mais ainda com a chegada do período crítico que vai de agosto a setembro. “São muitas as denúncias que nos chegam de todas as regiões da cidade. A média diária gira em torno de 20 a 30 chamadas, um número considerável. O horário de maior incidência é a partir das quatro horas da tarde. Isso justifica-se por um fator cultural. Esse é o horário que a maioria das pessoas faz a queima do lixo de quintal, como folhas e galhos de árvores, gravetos e outro tipo de lixo”, explicou Leia Nogueira, chefe da Divisão de Fiscalização, do Departamento de Monitoramento e Fiscalização Ambiental, da Sema.

Para atender as ocorrências três equipes pela manhã e outras três à tarde ficam de prontidão na secretaria. Ao todo são nove fiscais responsáveis em averiguar as denúncias. Sábado e domingo o trabalho é em regime de plantão que vai das 8h às 12h. A partir das 13h, a equipe sai a campo para checar as denúncias. “Esse é o esquema montado para atender o chamado da população, e ao contrário do que algumas pessoas afirmam, de que o Disk Queimadas não funciona, nós registramos muitas denúncias e todas são apuradas, quando há flagrante é lavrado o auto de infração e já foram muitos aplicados”, adiantou. Leia Nogueira acredita que as pessoas que afirmam que não conseguiram ser atendidas ou ligaram para o número errado ou em horário em que o Disk Queimadas não está ativo, que é o período da noite. O atendimento vai até às 19h.

Crime

Queimar lixo na área urbana da cidade é crime previsto no Código de Meio Ambiente de Porto Velho. No caso de denúncia, houver flagrante ou se a queimada provocar danos graves, a pessoa é multada. O valor depende da gravidade ou do dano causado ao meio ambiente. Ele varia de R$ 2,32 mil a R$ 4,60 milhões. As conseqüências das queimadas urbanas, com a emissão de fumaça no meio ambiente, são várias, entre elas os problemas respiratórios que afetam principalmente crianças e idosos e agravam a saúde de quem sofre desses males, além de aumentar a demanda nas unidades de saúde e hospitais, gerando também um colapso no atendimento ao público.

Fonte:  Joel Elias
Foto: Medeiros

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir