Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Prisões e multas: D. Moacyr pede justiça


Em seu programa “Amanhecer com a Ave Maria”, hoje, na Rádio Caiari de Porto Velho, o arcebispo D. Moacyr Grechi fez uma veemente reclamação contra os órgãos fiscalizadores do meio ambiente no estado. Ele pediu justiça aos pequenos e aplicação da lei também aos grandes empresários e ladrões de madeira. “É de conhecimento geral o que tem ocorrido na exploração da madeira”, disse. 

Dom Moacir disse que foi informado do que ocorreu recentemente em União Bandeirantes, onde pequenos proprietários foram surpreendidos e presos em domicilio, “isto é, estavam em seu chapéu de palha em reunião, e eu nunca vi dizer que reunião de uma associação ou mesmo de uma cooperativa é crime, para dizer que foram presos em flagrante delito”, arremata. 

O arcebispo reclamou pela crueldade que foi tratada gente a boa e trabalhadora, unida em associação para reivindicar seus direitos. “Vários desses associados ficaram 24 horas sem comer, e vitimas de multas absurdas que foram aplicadas. Eu queria que aplicassem essas multas naqueles metros cúbicos que saem por dia lá de Mato Grosso passando por Machadinho (RO), e se não me engano tem até balsa onde passa mais de um caminhão, ali acho que a multa e a prisão ficariam muito bem, muito melhor”, disse. 

Grechi foi mais além: “Agora quem aplicou a multa podia aplicar, do ponto de vista legal podia aplicar. Três anos ou quatro anos morando no lugar e até solicitando se a havia área que seria legal ou não, e sem receber resposta. Eu participei de reunião, seja com INCRA, seja com MP, seja com o IBAMA, todas as decisões nunca foram cumpridas, depois são presos em flagrantes delito, com tratamento cruel, um engano, porque tiraram o povo da sua terra e levaram para outro lugar para tratar não sei do que e lá prenderam e lá multaram”. 

Eu não critico os órgãos e a lei, eu só quero que se faça realmente justiça aos pobres e justiça severa condenatória para quem é ladrão de madeira e colabora com ladrão de madeira de maneira ilegal. Vou rezar e Deus há de escutar, eu só quero justiça”, encerra. 

Fonte: Gentedeopinião -  Com informações da Rádio Caiari 

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Ibama define nova prioridade para enfrentar perdas na biodiversidade e a crise climática

Ibama define nova prioridade para enfrentar perdas na biodiversidade e a crise climática

Neste ano em que completa 35 anos, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) comemora o impacto do trabalho

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

As Forças de Segurança do governo brasileiro estão em ação conjunta ao redor e dentro da Terra Indígena Yanomami para impedir atividades criminosas

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

A parceria entre o Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (CIMCERO) e o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia tem incentivado junto as pre

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)