Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Prefeituras e Simpam planejam ações



Prefeituras de Porto Velho e Candeias planejam ações com apoio do Sipam

O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), através do programa SipamCidades e de outros produtos próprios, tem buscado auxiliar no desenvolvimento dos municípios da Amazônia, capacitando profissionais e oferecendo cooperação técnica. Em busca desse apoio, estiveram essa semana no Centro Regional de Porto Velho o deputado federal Lindomar Garçon, Osvaldo Sousa, prefeito de Candeias do Jamari, seu vice, Jair Ferreira e também equipe da Secretaria de Planejamento e Gestão de Porto Velho (Sempla).

Os representantes de Candeias do Jamari chegaram ao centro por indicação do governador de Rondônia, Ivo Cassol, que já conhecia o estudo da malha viária do estado, executado pelo Sipam. O prefeito busca ampliação dos recursos do Fundo para Infra-Estrutura de Transporte e Habitação (Fitha), administrado pelo governo do estado e, para isso, precisa das informações detalhadas sobre as estradas do município. Segundo o gerente regional José Neumar da Silveira, além do mapa disponibilizado pelo Sipam, a parceria possibilitará a atualização dos dados, em trabalho conjunto em campo que já inicia na próxima segunda-feira (06).

Estrutura de geoinformação para Porto Velho

Hoje as prefeituras de todo o país têm obrigação legal de estruturar seus dados sobre o município em banco que facilite o planejamento estratégico de suas ações. Para a equipe da Sempla, Porto Velho, assim como outras cidades, precisa de apoio para isso. “Queremos conhecer os produtos do Sipam, solicitar informações e repassar a todos os técnicos para nos estruturarmos”, explica Boris de Souza, secretário-adjunto da Sempla. Estudos já realizados pelo Sipam ,como monitoramento de bacias urbanas, delimitação de malha viária e controle de áreas de inundação, poderão ser úteis nesse processo. Além disso, treinamentos poderão auxiliar a prefeitura a aliar dados econômicos, sociais e características urbanas a informações geográficas.

Com a parceria firmada, agora o próximo passo é estabelecer um plano de trabalho conjunto.

Fonte: Vanessa Ibranhim

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir