Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Penitenciárias agrícolas defende Romeu Tuma


Alex Rodrigues
Agência Brasil


Manaus - O secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, integrante da comitiva liderada pelo ministro extraordinário de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger, à região amazônica, defende a realização de um estudo para identificar a viabilidade da construção de penitenciárias agrícolas no Amazonas.

“Aqui tem uma vocação importante, que é a construção de penitenciárias com fins agrícolas. Botar os presos para plantar. Há terreno e vocação agrícola para isso. Vamos estudar a idéia e passar para o Departamento Penitenciário Nacional [Depen] do Ministério da Justiça, mas acho que dá para avançar em alguma coisa”, disse o secretário em entrevista à Agência Brasil.

Segundo Tuma Júnior, a discussão sobre a instalação de presídios agrícolas, iniciativa que extrapola suas funções, é uma iniciativa do governo estadual. “Eu conversei com o secretário de Agricultura e ele tem um plano para possibilitar a ressocialização do detento, botar os presos para plantar. É isso que temos de buscar. Tem terra, há vocação agrícola. Os presídios, do jeito que estão hoje, não dão nenhuma oportunidade para um preso se ressocializar. Tem gente dentro da cadeia, inclusive, que já cumpriu sua pena”.

Tuma integrou a comitiva que visitou os estados do Pará e do Amazonas entre terça-feira (15) e ontem (18). Para ele, a viagem foi importante não só para estreitar a cooperação entre o Ministério da Justiça e os governos estaduais, mas principalmente para obter informações sobre a atuação das organizações não-governamentais (ONGs) na região.

“Conseguimos avançar bastante na questão do trabalho de levantamento de dados sobre a atuação das ONGs. Deu para encontrar algum viés que não conhecíamos e isso será de bastante utilidade".

O secretário também destacou a oportunidade de tratar de ações concretas com os governadores e secretários estaduais de segurança. Ele citou conversas sobre a realização de cursos de capacitação no enfrentamento à lavagem de dinheiro e a possível criação de políticas estaduais de enfrentamento ao tráfico de pessoas.

Ele também lembrou que o governo editou recentemente, por meio de decreto, um Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre