Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

No Cone Sul, governo garante ações de monitoramento e preservação de espécies animais e vegetais do Parque Estadual de Corumbiara


Ações de fiscalizações garantem a preservação do Parque Estadual - Gente de Opinião
Ações de fiscalizações garantem a preservação do Parque Estadual

Uma das maiores belezas do estado de Rondônia, o Parque Estadual de Corumbiara, conserva três importantes biomas naturais: áreas de pantanal, floresta amazônica e serrado, sendo monitorado e preservado com ações realizadas pelo governo estadual.

O foco é garantir a proteção dos recursos naturais e manter as funções ecológicas do meio ambiente, incluindo a biodiversidade e as populações tradicionais.

De acordo com o responsável pela área de conservação, Raimundo Dimas, o governo vem desenvolvendo três grandes frentes de proteção ambiental, a exemplo das plantas lenhosas, aves, animais e borboletas.

Segundo ele, um total de dez colaboradores atuam no trabalho, além do apoio efetivo de outros parceiros na preservação da unidade, como Polícia Ambiental, Instituto Federal de Rondônia (Ifro), Corpo de Bombeiros, entre outros parceiros.

Outra importante medida de preservação tem sido as palestras realizadas com os moradores das comunidades que residem ao entorno do Parque Estadual.

Raimundo Dimas, gestor do Parque Estadual, destaca as ações desenvolvidas pelo Estado - Gente de Opinião
Raimundo Dimas, gestor do Parque Estadual, destaca as ações desenvolvidas pelo Estado

Em cada bioma, segundo o gestor, o serviço de conservação é complexo e delicado. No período seco, os focos de calor levam riscos às áreas de serrado, podendo causar incêndios e inviabilizar o habitat natural de aves e outros animais. “Temos feito a proteção do espaço diuturnamente, garantindo, assim, que o meio ambiente não sofra agressões”, disse o responsável pela unidade.

Há treze anos como gestor do Parque Estadual, Dimas garante ainda que, por meio de ações permanente do Estado, existem mais de vinte monitoramentos e fiscalizações em andamento para proteger a unidade de conservação, que, segundo dados oficiais, encontra-se numa área de 424.339, 11 hectares, abrangendo os municípios de Cerejeiras, Pimenteiras, Alta Floresta, Alto Alegre dos Parecis e Corumbiara.

Mais Sobre Meio Ambiente

Garimpagem: o grande vilão

Garimpagem: o grande vilão

Além das hidrelétricas, da queda natural gerada pelo fluxo das águas, da forte trepidação dos potentes motores dos empurradores de balsas, um outro  p