Porto Velho (RO) domingo, 23 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

MARINA SILVA CRITICA A FALTA DE RESPEITO A NATUREZA


MARINA SILVA CRITICA A FALTA DE RESPEITO A NATUREZA - Gente de Opinião  

A Regional Noroeste da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promoveu nesta segunda-feira (15), palestra da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, sobre “Desenvolvimento Sustentável” na região amazônica. “A chave para agir corretamente diante do tema em questão é pensar de forma global e ao mesmo tempo local. Ou seja, é usar os recursos naturais que não comprometam o meio-ambiente. É preservar as outras espécies, as matas ciliares, as nascentes dos rios, as aldeias indígenas, o desmatamento e impedir a poluição dos cursos d’água, entre outras tantas ações. Infelizmente, aqui na Amazônia, nas 22 operações da Polícia Federal em conjunto com o Ibama, quase sempre tem alguém de Rondônia envolvido. As pessoas teimam em desconhecer que desenvolvimento sustentável é aquele que não compromete o meio-ambiente. No caso da Região Amazônica, o melhor é que a floresta continue floresta e que os povos indígenas, os caboclos e ribeirinhos sejam alvos de programas de integração através do desenvolvimento sustentável. O correto é sempre incluir os povos nativos na política de sustentabilidade cultural. Não é a ministra Marina que assim quer, é a sociedade brasileira que ao longo dos anos vem se manifestando a favor. A sociedade está cada dia mais consciente sobre as grandes demandas ecológicas. Além disto, estão acima de nós, os valores éticos e morais que devem nortear as nossas ações”, relatou a ministra.
O prefeito Roberto Sobrinho, que acompanhou a palestra da ministra, realizada no Centro de Ação Pastoral (Br-364), destacou a importância do assunto e os debates que se seguiram à palestra. Entre outras autoridades, assistiram ao evento o deputado federal Eduardo Valverde e o arcebispo dom Moacir Grechi.
Fonte: Ascom - Alberto -  foto Quintela

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat