Porto Velho (RO) domingo, 5 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Madrugada fria em todo o Estado de Rondônia


 
As temperaturas caíram devido ao tempo aberto e a perca do calor radioativo acumulado durante o dia. As próximas duas madrugadas ainda terão temperaturas amenas no Estado segundo o CPTEC/INPE.


Daniel Panobianco – A frente-fria que trouxe o sexto evento de friagem para Rondônia já perdeu intensidade. O sistema que chegou ao Estado no domingo pela manhã provocando nova queda de temperatura permaneceu até ontem no Estado, segundo dados sinóticos do CPTEC/INPE (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) do (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). 

Mesmo enfraquecido, o reflexo da penetração polar ainda é sentido em todo o Estado, principalmente com temperaturas baixas pela madrugada e nas primeiras horas do dia. 

Nesta quarta-feira, as mínimas caíram nos 52 municípios. A queda de temperatura, ao contrário do que muita gente pensa, deve-se ao tempo seco e aberto, sem cobertura de nuvens que perduram durante todo o período impedindo um declínio maior nos termômetros. Com a atmosfera mais seca, a perca do calor radioativo acumulado durante o dia é mais rápida, assim que o sol se põe. Por isso, é comum até mesmo a formação de bancos de nevoeiro em áreas de baixada, devido à rápida inversão do ar quente e leve para o ar frio e mais denso.

Faz frio em cidades com menor altitude agora 

Outro fator de interesse é que agora, as menores temperaturas são registradas nos pontos mais baixos do Estado, áreas com menor altitude, de acordo com a superfície do mar. Quando uma friagem chega ao Estado, de inicio, as menores temperaturas são registradas nos pontos mais elevados, como de costume, na região de Vilhena, que está a mais de 600 metros de altitude em relação ao nível do mar. Isso porque a massa de ar frio associada entra em altitude considerável e provoca um maior resfriamento nos níveis mais elevados.

O oposto ocorre quando o ar frio perde suporte em níveis mais elevados, geralmente sobre o nível de 850 hPa, o que corresponde a aproximadamente, 1500 metros de altitude. Nesta situação, que estamos vivenciando agora, as menores temperaturas são registradas em áreas de baixada, leitos de rios e de matas, como nas regiões de Rolim de Moura, Cacoal, Ji-Paraná e São Miguel do Guaporé, áreas ligeiramente mais baixas do que a de Vilhena. Até mesmo Porto Velho conseguiu ter um resfriamento maior nesta madrugada, não por conta do fenômeno friagem ou da atuação da massa de ar frio, mas sim pela inversão de gradiente de temperatura ocasionada, principalmente, pela altitude próxima ao nível do mar.

Confira as temperaturas mínimas registradas nesta quarta-feira nas principais cidades do Estado em seus respectivos postos de coletas de dados:

Alta Floresta d' Oeste – Posto Fiscal Rolim de Moura do Guaporé: (CTENERG): 12°C
Pimenteiras do Oeste: (ANA): 12,3°C.
São Francisco do Guaporé – Distrito de Pedras Negras: (ANA): 12,8°C.
Rolim de Moura: (CTENERG): 13°C.
Cacoal: (CPTEC/INPE): 13,5°C.
Vilhena: (REDEMET): 14°C
Campo Novo de Rondônia: (CTENERG): 14°C.
Ji-Paraná: (CPTEC/INPE): 15°C
São Miguel do Guaporé: (CTENERG): 15°C.
Ji-Paraná: (Particular): 15,5°C.
Ariquemes: (CPTEC/INPE): 15,5°C.
Costa Marques: (CPTEC/INPE): 15,8°C.
Guajará-Mirim: (CPTEC/INPE): 16°C.
Machadinho d' Oeste: (CPTEC/INPE): 17°C.
Porto Velho: (INMET): 18,2°C
Porto Velho: (REDEMET): 20°C.

Segundo previsões do CPTEC/INPE, as próximas duas madrugadas ainda terão mínimas relativamente baixas, com sensação de frio em todo o Estado. Nas áreas com menor altitude, no centro do Estado e Vale do Guaporé, as madrugadas vão continuar bastante frias, com mínimas entre 14°C e 16°C. Já nos pontos mais altos, como em Vilhena, a mínima deve subir gradativamente, ficando entre 17°C e 19°C. A previsão para Porto Velho ainda indica em madrugadas agradáveis, com temperaturas entre 19°C e 21°C até domingo.

Dados: CPTEC/INPE – CTENERG – INMET
Fonte: De olho no tempo

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre