Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

LULA: Embrapa, em 34 anos, revolucionou agricultura brasileira


Carolina Pimentel
 Agência Brasil

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (8), em seu programa de rádio Café com o Presidente, esperar que os brasileiros não valorizem a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apenas por causa dos elogios do ex-secretário de Estado norte-americano Colin Powell à instituição.

"Espero que nenhum brasileiro comece a valorizar a Embrapa porque o Colin Powell falou bem. A Embrapa, nos seus 34 anos de existência, revolucionou a agricultura brasileira. Hoje, o Brasil tem uma posição de destaque no mundo agrícola, no agronegócio e é importante lembrar o que a Embrapa fez nesse país", afirmou Lula. Na semana passada, Powell afirmou, em no jornal The New York Times, que a empresa transformou o Brasil em uma superpotência agrícola.

O presidente lembrou que as pesquisas da Embrapa revolucionaram a agricultura nacional, com enfoque no cerrado. "Lembro que as pessoas falavam que o cerrado é tão ruim que as árvores nascem tortas, ou seja, elas não conseguem crescer retas. Graças às pesquisas, a Embrapa conseguiu revolucionar, e hoje o cerrado é um dos centros produtores de grãos dos mais importantes do mundo e do Brasil", disse.

A Embrapa tem 2.200 pesquisadores, sendo 53% doutores e 45% mestres. Em dezembro de 2006, a empresa abriu seu primeiro escritório na África, com sede em Acra, capital de Gana. De acordo com o diretor executivo da estatal, Kepler Euclides, que participou do programa de rádio, a idéia de abrir a filial é compartilhar tecnologia e conhecimento com os africanos.

"A abertura do escritório na África foi fruto da política estabelecida de que pudéssemos compartilhar parte do conhecimento, das tecnologias desenvolvidas, que serão facilmente ajustadas e adaptadas àquele continente", explicou. 

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre