Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

III Seminário Perspectivas Florestais para a Conservação da Amazônia promoveu palestras e debates sobre Biodiversidade


Para debater temas relacionados a conservação da Biodiversidade na Amazônia o III Seminário “Perspectivas Florestais para Conservação da Amazônia” teve a participação de mais de 150 inscritos entre acadêmicos e professores de cursos como Engenharia Florestal, Ciências Biológicas e Geografia, além de profissionais de instituições públicas, privadas e organizações não governamentais.III Seminário Perspectivas Florestais para a Conservação da Amazônia promoveu palestras e debates sobre Biodiversidade - Gente de Opinião

Promovido pelo Centro de Estudos Rioterra nos dias 09, 10 e 11 de outubro, no auditório da Unir Centro, o evento, que teve  o patrocínio da Petrobras através do Programa Socioambiental, promoveu nove palestras com tempo para questionamento e debates ao final.

Na noite do último dia o professor da Universidade Federal do Amazonas e doutorando pela Universidade Federal do Mato Grosso, Marcelo Rodrigues dos Anjos, palestrou sobre “Conservação da Biodiversidade Aquática na Amazônia – Relação Rios e Florestas”.

“A grande pergunta é: monitorar a biodiversidade para quê? Acredito que é o momento de levantarmos bandeiras de novos serviços ambientais que beneficiem o homem a partir de sua relação com a natureza”, destacou Anjos em sua palestra.

A noite de palestras foi fechada pelo Dr. Leandro Valle Ferreira, pesquisador do Museu Paraense Emílio Goeldi e orientador de mestrado e doutorada, com o tema “Conservação da Biodiversidade na Amazônia”.

“A Amazônia é a maior e mais diversa região de florestas tropicais do mundo. São seis milhões de quilômetros quadrados com uma grande diversidade biológica. O aumento das ocupações da Amazônia pelo homem diminui a qualidade ambiental e desestrutura os sistemas sociais e econômicos. É preciso encontrar alternativas para esse problema”, enfatizou Ferreira durante sua explanação.

Sábado (10), último dia do evento, foi realizada uma visita técnica às ações do projeto Semeando Sustentabilidade, no município de Itapuã do Oeste. Convidados e pessoas sorteadas entre os presentes na plateia puderam acompanhar o passeio que incluiu uma trilha ecológica pela Floresta Nacional do Jamari, visita ao Viveiro Municipal onde as mudas do projeto são produzidas, e a uma propriedade rural modelo.

Fonte: Malu Calixto
 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir