Porto Velho (RO) terça-feira, 18 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

II Workshop de Áreas Degradadas da Amazônia


A Energia Sustentável do Brasil (ESBR) marcou presença no “II Workshop de Áreas Degradadas da Amazônia: Perspectivas Sustentáveis para a Exploração Econômica”, realizado pelo Instituto Federal do Acre (IFAC) em Rio Branco nos dias 04 e 05 deste mês.    

Os temas debatidos nos dois dias de workshop trataram de resgatar uma série de discussões referentes ao uso da terra e seus impactos, assim como a forma de recuperação dessas áreas, de acordo com o local e a legislação vigente.

O coordenador de Meio Ambiente da ESBR Marco Canedo falou aos participantes no dia 05, sobre o tema “Experiências exitosas de recuperação de áreas degradadas como medida de responsabilidade social e ambiental”. Para isso, fez uma exposição resumida do trabalho desenvolvido neste campo na Usina Hidrelétrica Jirau, relatando a metodologia aplicada, os fatores locais que interferem na revegetação e os resultados obtidos na Cooperativa dos Produtores Rurais do Observatório Ambiental Jirau  (COOPROJIRAU), idealizada e implantada pela Energia Sustentável do Brasil, com as comunidades da área de abrangência do empreendimento.

“A participação no evento é de suma importância, pois temos a oportunidade de apresentar e difundir as boas práticas realizadas no âmbito da recuperação das áreas degradadas na região amazônica, em consonância com as novas tecnologias do setor”, destaca Canedo.

Para o diretor de Pesquisas Aplicadas do IFAC, Charlys Roweder, a participação da ESBR na troca de experiências somou positivamente nesta segunda edição do Workshop, pois permitiu discussões entre estudantes, pesquisadores e outros profissionais da área, que buscam o equilíbrio entre a produção e a conservação do meio ambiente.

Fonte: Ascom

 

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat