Porto Velho (RO) domingo, 29 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Grupo Maggi estuda cana-de-açúcar na Região Amazônica


Grupo Maggi quer entrar nos mercados de etanol e biodiesel

Cana-de-açúcar e soja são as palavras de ordem do conglomerado do governador do Mato Grosso.

O Grupo Maggi está semeando dois projetos estratégicos. O conglomerado agroindustrial prepara-se para entrar no mercado sucroalcooleiro e na produção de biodiesel. Com relação ao etanol, está prevista a construção de duas usinas no Mato Grosso, estado governado pelo controlador da empresa, Blairo Maggi.

O grupo também vem fazendo estudos para o cultivo de cana-de-açúcar na Região Amazônica, onde já atua na plantação de soja.
Por sua vez, a entrada no biodiesel será conduzida pela subsidiária Maggi Energia. O objetivo é não apenas produzir o combustível a partir da soja como construir geradoras próprias à base de biodiesel. A Maggi Energia tem concentrado seus investimentos em fontes renováveis. Vai desembolsar cerca de US$ 200 milhões para instalar quatro PCHs no Mato Grosso.

O assunto vem sendo tratado com total discrição pelo Grupo Maggi, sobretudo no que diz respeito ao etanol. Produzir cana-deaçúcar na Amazônia é uma decisão delicada, principalmente para uma empresa controlada por um governador de estado.

Existe a possibilidade de o IFC, leia-se Banco Mundial, financiar o ingresso do Grupo Maggi nos mercados de etanol e de biodiesel. Nos últimos cinco anos, a instituição concedeu cerca de US$ 60 milhões para dois projetos industriais da companhia.

O grupo vai também ampliar seus investimentos em logística para dar suporte à distribuição do etanol e do biodiesel. A Hermasa Navegação, braço do Maggi em cabotagem, deverá receber um novo aporte para a compra de embarcações. (fONTE: Cidade Biz - São Paulo,SP)

Fonte - Power - Cidade Biz - São Paulo,SP

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre