Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Geleiras da Cordilheira Real podem desaparecer até 2030


Geleiras da Cordilheira Real podem desaparecer até 2030 - Gente de Opinião

Bolívia - O coordenador do Lidema La Paz, René Baptista, informou que o derretimento das geleiras provocará um aumento da temperatura em La Paz, cerca de 0,3 graus Celsius por década, de modo que o impacto ambiental será sentida tanto na fauna quanto flora.

Ele disse que o desaparecimento de espécies animais e vegetais é um indicador desta mudança. Assim como o aparecimento de outras espécies, por exemplo, o mosquito nas terras altas.

No caso do Monte Chacaltaya - Baptista disse que "há 20 anos atrás era uma ilha de gelo, e agora, esta área foi reduzida para 50 metros quadrados, e perdeu a sua importância como fonte de abastecimento de água.

"De acordo com os indicadores, é uma geleira que não irá se recuperar como um glaciar. É uma tendência irreversível", disse ele.

No caso do Monte Illimani, estima-se que nos últimos 50 anos perdeu entre 40 a 50 por cento da sua massa de gelo, o processo que é intensificado pela falta de chuva. "A neve está diminuindo a uma média de mais de cinco metros por ano", disse Enlared.

Baptista disse que o Tuni Condorini, segundo algumas estimativas, tende a desaparecer antes de 2025.

Fonte: Eldeber com informações ANF

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Sistema Fecomércio participa do Lançamento do Amazônia + 21

Sistema Fecomércio participa do Lançamento do Amazônia + 21

O Presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE e Vice-Presidente da CNC, Raniery Araujo Coelho esteve no Lançamento do Fórum Amazônia + 21, ocorri

Pesquisadores descobrem complexo arqueológico na Amazônia Central

Pesquisadores descobrem complexo arqueológico na Amazônia Central

As crônicas de Gaspar de Carvajal, padre espanhol que navegou pelo rio Amazonas no século 16, descrevem uma área repleta de aldeias indígenas. ”Enco

Não faz o dever de casa - Enquanto Macron luta pela Amazônia, políticas ambientais da França desapontam

Não faz o dever de casa - Enquanto Macron luta pela Amazônia, políticas ambientais da França desapontam

O presidente francês, Emmanuel Macron, recebeu elogios por colocar os incêndios florestais na Amazônia no topo da agenda global, mas em casa os defens

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar

Foi concluído nesta sexta-feira, em Porto Velho, o curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território, voltado a técnicos da Empresa de Ass