Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Embrapa lança novas variedades de maracujá



Priscila Galvão
Da Agência Brasil

Brasília - Depois de 15 anos de estudos, a Embrapa Cerrados em Planaltina (DF) lançou nesta semana variedades híbridas de maracujazeiro-azedo: BRS Gigante Amarelo, BRS Sol do Cerrado e BRS Ouro Vermelho que beneficiará toda a cadeia produtiva do maracujá.

De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, esses híbridos de maracujazeiro vão contribuir para a racionalização do uso de defensivos agrícolas e o aumento da produtividade, o que resulta na diminuição dos custos de produção, com potencial aumento da renda do produtor e diminuição do preço do produto para o consumidor.

A Embrapa coloca à disposição dos produtores de maracujá as variedades, que apresentam maior resistência e tolerância às doenças, menor dependência da polinização artificial, longevidade, vigor e alta produtividade.

Segundo o pesquisador Fábio Faleiro, para o consumidor os principais atrativos são a maior quantidade de vitaminas nos frutos e bom rendimento da polpa. "O alvo é o produtor rural, principalmente o pequeno e o médio, porque as espécies oferecem material com maior produtividade. Um fruto maior, com material mais rigoroso, menos dependente da polinização artificial. Algumas características agronômicas seriam o diferencial desses materiais".

De acordo com Faleiro, em torno de 250 produtores participaram do lançamento.  "Os produtores de Goiás, Minas Gerais, Distrito Federal e Rio de janeiro têm uma visão empresarial do maracujá, que tem que ser plantado com tecnologia e com tratamento fitossanitário".

Ele disse esperar que o material contribua para a melhoria da qualidade de vida do produtor. Uma das expectativas é de que o produtor torne viável economicamente a produção de maracujá em sua propriedade, utilizando essas espécies com características genéticas superiores.

 


 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir