Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

DESMATAMENTO: Divulgação de dados foi necessária


Marco Antônio Soalheiro
Agência Brasil


Brasília - O professor e climatologista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) Carlos Nobre disse que a divulgação feita pelos Ministérios do Meio Ambiente (MMA) e da Ciência e Teconologia (MCT) dos dados preliminares sobre desmatamento na Amazônia não foi precipitada, diante de tendência crescente de desmatamento registrada no segundo semestre de 2007, após três anos de queda.

"É correto chamar a atenção da sociedade, da classe política, do setor produtivo e dos órgãos de meio ambiente? Eu acho que sim", disse Nobre, em entrevista à Agência Brasil.

Para reforçar sua tese, o pesquisador recorreu a uma analogia com os indicadores econômicos: "Os institutos que medem índice de inflação, no primeiro soluço com viés de alta, botam a boca no trombone, e [isso]é manchete em todos os jornais."

Segundo Nobre, os ministérios cumpriram com uma obrigação constitucional: "Para que o total do desmatamento de agosto de 2007 a julho de 2008 seja menor que o de um ano atrás, vai ter que haver um enorme esforço de redução do desmatamento nos próximos meses. Essa mensagem é muito clara e necessária."


 

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto