Porto Velho (RO) quarta-feira, 25 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Descarte de embalagens de agrotóxicos aumentou 8%


Ana Cristina Campos
Agência Brasil

Desde 2002, mais de 280 mil toneladas de embalagens de agrotóxicos usadas nas propriedades rurais brasileiras foram recolhidas e encaminhadas para destino ambientalmente correto. O dado foi divulgado hoje (27) pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), que representa os fabricantes desses produtos. A prática, conhecida como logística reversa, tornou-se obrigatória para o setor em 2002.

Apenas no ano passado, o volume de embalagens recolhidas e corretamente destinadas por agricultores, comerciantes e fabricantes passou de 40,4 mil toneladas. O balanço mostra aumento de 8% em relação ao registrado em 2012.  “Em 2014, nossa expectativa é que esse crescimento se acentue e que práticas mais conscientes se espalhem por toda a atividade agrícola”, disse o diretor-presidente do inpEV,  João Cesar Rando.

Mato Grosso foi o estado que mais recolheu embalagens no ano passado – 9.564 toneladas, que representam crescimento de 10% em relação a 2012. Em seguida, vieram os estados do Paraná (5.003 toneladas), de São Paulo (4.769), de Goiás (4.499) e do Rio Grande do Sul (3.753). Juntos, eles responderam por cerca de 70% do total recolhido no país.

Maranhão, Rondônia e Piauí foram os estados com maior crescimento percentual. O total de embalagens que tiveram destino correto no Maranhão passou de 741 toneladas, em 2012, para 996 no ano passado, com incremento de 35% no descarte adequado. Em Rondônia, houve crescimento de 30%, tendo passado de 189 toneladas para 246. No Piauí, a coleta aumentou 26%, totalizando 509 toneladas.

Segundo o inpEV, cerca de 94% das embalagens plásticas primárias, que entram em contato direto com o agrotóxico, são devolvidas pelos agricultores. A entrega é feita em 400 unidades de recebimento espalhadas pelo país. Parte desse insumo é reciclada e novamente transformada em recipiente para o mesmo tipo de produto. Outra parte é incinerada.

Além dos locais fixos de recebimento, unidades itinerantes contribuem para facilitar a entrega de embalagens por produtores que têm propriedades em lugares remotos. Cerca de 10% de todo o material coletado em 2013 foram recolhidos nesses postos temporários.

Mais Sobre Meio Ambiente

Tecnologista da Fiocruz visita Estação Ecológica Serra dos Três Irmãos da Sedam

Tecnologista da Fiocruz visita Estação Ecológica Serra dos Três Irmãos da Sedam

Mayna Silva e Ana Macedo recepcionou nesta quarta-feira (18) André Aguirre, tecnologista da Fiocruz de Rondônia, que fez uma visita técnica à sede d

Museu do Acervo Biológico de Porto Velho é reaberto

Museu do Acervo Biológico de Porto Velho é reaberto

Uma cerimônia marcou, na manhã desta quarta-feira (18), a reabertura do Museu do Acervo Biológico de Porto Velho, no Parque Natural Raimundo Paraguass

MPF requer informações sobre presença de empresa canadense em Ariquemes (RO) para explorar terras raras

MPF requer informações sobre presença de empresa canadense em Ariquemes (RO) para explorar terras raras

O Ministério Público Federal (MPF) enviou, nesta quarta-feira (11), ofícios à Agência Nacional de Mineração (ANM), ao governo de Rondônia e à Secreta

Sebrae firma parceria com Prefeitura para coleta seletiva em Porto Velho

Sebrae firma parceria com Prefeitura para coleta seletiva em Porto Velho

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Rondônia (Sebrae) acaba de conquistar uma vitória junto à Secretaria Municipal de Serviços Básico