Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

CPTEC/INPE contesta dados de instituto rondoniense



O CPTEC/INPE de Cachoeira Paulista-SP, contesta os boletins meteorológicos feitos pelo SIPAM de Porto Velho e repercutidos na imprensa local, principalmente os sites de notícias, no que diz respeito ao número de incursões frias em 2008.

Para muitos esse erro na contagem de friagens não tem nada a ver com o cotidiano, mas na análise sinótica e arquivamento da história da climatologia local, dados erráticos são prejudiciais para comparações futuras.

Os boletins do SIPAM divulgados na imprensa local enfocam duas friagens a mais do que a realidade. No último boletim da segunda-feira, (23) o instituto divulgou que estávamos sob influencia do 8°  (oitavo) fenômeno da friagem, quando na verdade este foi o 6° (sexto).

Segue abaixo boletim do SIPAM veiculado nos sites de noticias:

"Uma frente fria chegou no sul da Amazônia trazendo consigo o oitavo episódio de friagem na região. Este sistema espalhou muita nebulosidade por todo o Acre e Rondônia e grande parte do Mato Grosso."

Outro fator errático no boletim do instituto local é na justificativa do evento de friagem para as baixas temperaturas nos últimos dois dias em Rondônia. Na verdade, o frio foi provocado pelo tempo aberto e pela perca de calor radioativo, assim constatado na nota "Madrugada com frio em todo o Estado de Rondônia"

Abaixo para a comprovação está o link com o texto formulado pelo CPTEC/INPE informando sobre o número verdadeiro de friagens em solo rondoniense:

http://www.cptec.inpe.br/cgi-bin/noticia.cgi?8913

Madrugada fria em Rondônia
 
Fez muito frio na madrugada desta quarta-feira (25/06) em diversas localidades de Rondônia, na divisa com a Bolívia, a temperatura mínima chegou a 12C e em Porto Velho 19,2C. As temperaturas caíram devido ao céu claro e a perca radiativa. A frente fria que levou o sexto evento de friagem para Rondônia, já não atua mais sobre o interior do continente, mas o reflexo da penetração do ar polar ainda é sentido em todo Estado, principalmente com temperaturas baixas durante as primeiras horas do dia.
 
Fonte: Daniel Panobianco

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto