Porto Velho (RO) sexta-feira, 15 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Como as empresas podem cortar custos com a gestão de resíduos sólidos?


Imagem: reprodução pixabay.com - Gente de Opinião
Imagem: reprodução pixabay.com

Realizar atividades produtivas viáveis sem prejudicar o meio ambiente é um desafio que move países de todo o mundo. Todos os anos, pesquisadores e cientistas buscam meio para aliar o desenvolvimento econômico às práticas sustentáveis, cada vez mais necessárias e urgentes  

A degradação do planeta é uma realidade que ocorre através da extração desenfreada de matérias primas, emissão de gases causadores do efeito estufa, poluição das reservas de água doce e dos oceanos e também pelo impacto gerado por todo o lixo gerado nas atividades humanas.

Buscando se adequar às metas e diretrizes dos países desenvolvidos, o Brasil adotou, desde 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a conhecida PNRS, sancionada sob a Lei nº  12,305/10 do Ministério do Meio Ambiente (MMA). Trata-se de uma série de ferramentas, metas e documentos que coordenam o tratamento dos resíduos sólidos no Brasil e que compartilha as responsabilidades dos resíduos gerados entre os poderes públicos, sociedade e empresas, que devem se adequar a rígidos procedimentos internos e prestações de contas aos órgãos ambientais reguladores de suas atividades.

O que muitas empresas podem ainda não saber sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos é que, para além de um compromisso com a sustentabilidade de suas atividades, suas diretrizes também propiciam uma série de vantagens financeiras.

“Não é raro que empresas de médio e que associam o processo de gerenciamento a uma série de burocracias e gastos, mas, na realidade, essa adequação pode ser simples de ser implementada, com tecnologias acessíveis e que trazem muita economia para suas operações em médio prazo” explica Guilherme Gusman, CTO e cofundador da VG Resíduos, startup mineira especializada em softwares de gestão de resíduos para empresas.

Gestão de Resíduos Sólidos e retorno financeiro

O cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos dentro das empresas também é uma medida estratégica para a otimização de processos internos. Isso acontece porque, dentro deste sistema de produção ambientalmente responsável, todo o ciclo produtivo precisa ser repensado e otimizado para que os resíduos gerados possam ser reduzidos desde sua origem, identificados e monitorados dentro e fora da empresa. Os impactos poderão ser sentidos na receita da empresa:

- Eliminando desperdícios

Uma das metas da PNRS é q diminuição da geração de resíduos em sua fonte, ou seja, dentro dos processos da empresa. Um plano de gerenciamento é capas de identificar pontos críticos tanto no consumo de matérias-primas quanto em processos que podem ser otimizados para consumir menos materiais, energia e tempo de trabalho.

- Digitalizando documentos

A maioria dos procedimentos padrão exigidos para que as empresas cumpram suas obrigações ambientais é feita através de sistemas integrados junto aos órgãos fiscalizadores. A emissão eletrônica de relatórios, manifestos e documentos poupa horas de mão de obra especializada e o os gastos com arquivamento físico de documentos em papel.

- Monitorando custos

O controle apurado das despesas e receitas referente ao tratamento e gerenciamento de resíduos pode identificar também uma série de impactos no orçamento da empresa.

- Adotando logística reversa e reciclagem

As empresas podem, literalmente, transformam lixo em lucro ao incentivar a reciclagem de seus materiais e resíduos, principalmente insumos e embalagens que podem, podem se transformar matéria-prima reutilizável. Para os resíduos mais difíceis de ser retrabalhados pela empresa, ou encaminhados para a coleta seletiva, há ainda a possibilidade de comercialização destes materiais a tratadores especializados.

Treinando colaboradores

Quando a empresa consegue treinar e engajar seus funcionários dentro do sistema de gerenciamento de resíduos, eles terão maior visibilidade do ciclo produtivo e mais cuidado, zelo e responsabilidade da manipulação e fabricação dos produtos, tornando-se mais especializados, produtivos e disciplinados quanto aos riscos ambientais do seu trabalho.

Mais Sobre Meio Ambiente

Aprovado Projeto da vereadora Márcia Socorristas Animais que propõe castração como item obrigatório em Porto Velho

Aprovado Projeto da vereadora Márcia Socorristas Animais que propõe castração como item obrigatório em Porto Velho

“É indescritível a alegria que estou sentido com esse resultado. Esse projeto promete ser um divisor de águas para a melhoria da qualidade de vida dos

5 COBRAS GIGANTES CAPTURADAS - PARTE 2

5 COBRAS GIGANTES CAPTURADAS - PARTE 2

A palavra cobra ou serpente já é o suficiente para assustar muitas pessoas, e se tratando desses répteis devemos tomar muito cuidado. Alguns desses

5 COBRAS GIGANTES CAPTURADAS PARTE 1

5 COBRAS GIGANTES CAPTURADAS PARTE 1

Existem centenas de espécies de cobras pelo mundo, porem algumas espécies, cresceram, muito, e muitas dessas cobras gigantes acabaram sendo capturad

Projeto ambiental apoiado pelo Grupo Rovema bate novo recorde

Projeto ambiental apoiado pelo Grupo Rovema bate novo recorde

O Projeto Quelônios do Guaporé, que o Grupo Rovema é um dos patrocinadores desde 2015, tem como objetivo a proteção de tartarugas e tracajás na Amaz