Porto Velho (RO) sábado, 23 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Chuvas no Rio Beni influenciam Rio Madeira


Porto Velho (08/12/2014) – As chuvas que caíram no final do mês de novembro e início de dezembro no Rio Beni (Bolívia) estão influenciando o Rio Madeira. O maior impacto é sentido entre Abunã e Porto Velho (RO). Segundo a Coordenadora Operacional do SIPAM (Sistema de Proteção da Amazônia), Ana Cristina Strava, o Rio Madeira está acima da média para o período de cheia, mas dentro da normalidade.

As chuvas fortes na Bolívia ocorreram entre os dias 27 de novembro e 03 de dezembro último. Como o impacto no Rio Madeira é sentido até pós dez dias, o nível do rio subiu e deve continuar oscilando entre a média e a máxima históricas para esse período. Ana Strava explica ainda que estamos no período de chuvas na região e que a subida do rio é esperada.

A cota do Rio Madeira registrada pela CPRM nesta segunda-feira (08) é de 9,72 metros. “A boa notícia é que o Rio Beni é rápido, sobre e desce rapidamente. Se não ocorrerem novos episódios de chuvas, a previsão é de continuar dentro da normalidade”.

Outros rios que impactam o Madeira são o Mamoré e o Guaporé, que no momento não apresentam elevação anormal, tanto que em Guajará-Mirim as águas do rio estão na média.


Fonte: Rosália Silva
 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir