Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Chuvas fortes agravam situação no Amazonas


 
O forte volume de chuvas que tem atingido o Amazonas ameaça piorar a situação de municípios em estado de emergência devido a cheia do Rio Juruá, afluente do Solimões. Na cidade de Eirunepé, a 1.160 quilômetros de Manaus, choveu 47mm em um dia. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a região já registra, em dez dias, cerca de 60% das chuvas esperadas para o mês. A enchente atinge mais de nove mil ribeirinhos em Itamarati, Envira e Eirunepé.

O Inmet prevê que as pancadas de chuva continuarão a atingir as cidades amazonenses neste mês, elevando o nível dos rios. De acordo com a Prefeitura de Itamarati, o Juruá está estável, no entanto, muitas famílias ainda sofrem com o problema. O órgão alugou residências e disponibilizou madeira para os moradores levantarem os assoalhos das casas. No município, plantações de mandioca e banana alagaram.

Em Envira, cerca de duas mil famílias ficaram desabrigadas com a cheia do rio Tarauacá, afluente do Solimões. O rápido aumento no nível do rio também destruiu escolas da área rural do município. O prefeito do município, Rômulo Matos, participou de reunião, nesta terça-feira, com a secretária municipal de Educação, Cleicinete Gomes, para definir a data de início das aulas de 23 escolas atingidas pela enchente. Os alunos devem voltar à sala de aula ainda este mês em prédios alugados pela Prefeitura.

As aulas deveriam ter sido retomadas nesta segunda em igrejas e postos de saúde, mas foram adiadas devido à chuva. A enchente castiga também a cidade de Eirunepé. No município, três mil famílias tiveram as casas invadidas pelas águas do rio Juruá. A área rural da cidade foi a mais atingida. Muitos moradores estão isolados e pescam no próprio quintal. A água da cheia é utilizada para lavar roupa e tomar banho.

(Fonte: De olho no tempo, com informações O Globo)
 

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat