Porto Velho (RO) terça-feira, 25 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Chuva provoca transtornos em 20 municípios


O alerta de tempo severo lançado ontem nos principais veículos de comunicação do Estado teve fundamento comprovado, com registro de diversas pancadas de chuvas, algumas de forte intensidade e acompanhadas de raios e rajadas em ventos em municípios do centro e sul rondoniense. Várias cidades registraram alagamentos com os temporais que devem se repetir hoje e amanhã.

Daniel Panobianco - O tempo fechou por completo na região central de Rondônia no final da noite de ontem. Nuvens muito carregadas cresceram rapidamente com o tempo abafado e logo as trovoadas começaram nas regiões de Ji-Paraná, Cacoal, Pimenteiras do Oeste e Vilhena. A precipitação foi de forma localizada, porém com registro de células profundas, onde o índice pluviométrico ultrapassou 50 milimetros em pouco tempo. Os efeitos de tanta água em um curto período foram os alagamentos em diversas cidades. Os temporais atingiram em cheio, parte dos municípios de Jaru, Cacaulândia, Theobroma, Ouro Preto d' Oeste, Ji-Paraná, Castanheiras, Nova Brasilândia d' Oeste, Novo Horizonte d' Oeste, Santa Luzia do Oeste, Presidente Médici, Cacoal, Rolim de Moura, Pimenta Bueno, Espigão d' Oeste, Vilhena, Chupinguaia, Parecis, São Felipe d' Oeste, Primavera de Rondônia e Cabixi. Nem todos esses municípios registraram chuva forte no perímetro urbano, mas na zona rural, as trovoadas assustaram muita gente pela quantidade e intensidade. 

Jaru
O temporal mais intenso do inicio da estação chuvosa foi registrado na região de Jaru ontem por volta das 20 horas. Sob forte precipitação e queda contínua de raios, várias pessoas procuraram abrigos para se proteger. A chuva alagou ruas e avenidas, derrubou galhos de árvores espalhando muita sujeira por todos os cantos. Como a obstrução de diversos bueiros está comprometida, a invasão das águas da chuva para dentro de casas foi inevitável. Segundo o Corpo de Bombeiros local, apenas ocorrências de pedidos de auxilio foram efetuados.  O mesmo tempo severo atingiu parte dos municípios de Cacaulândia e Theobroma das 20 às 22 horas.

Castanheiras
Em toda a região caíram mais de mil raios, com reflexo de imediato no fornecimento de energia elétrica em alguns pontos, como em parte do município de Castanheiras, que registrou chuva forte por volta das 19 horas e queda no fornecimento de energia. No Distrito de Jardinópolis houve alagamentos em residências.

Ji-Paraná
O temporal atingiu a região de Ji-Paraná pouco depois das 20 horas, também acompanhado de muita atividade atmosférica. A seqüência de raios e fortes trovoadas pegou de surpresa quem ainda estava na rua voltando do trabalho. Em pouco tempo, alagamentos foram registrados nos Bairros Primavera, São Francisco e na Vila Jotão. Na parte que mais sofre com as fortes chuvas, o trevo frente ao Shopping Cidadão, a água passou de 50 cm limitando até mesmo o trânsito na área. No Bairro São Pedro, duas árvores não suportaram a força do vento e caíram em meio à fiação elétrica e duas casas. Ninguém ficou ferido.

Rolim de Moura
Por volta da meia-noite, as trovoadas começaram também na região de Rolim de Moura, onde parte do município sofreu com a sucessiva queda de raios e alagamentos de algumas linhas.

Cabixi
No extremo sul do Estado, no município de Cabixi, na fronteira com a Bolívia e Mato Grosso, uma intensa área de tempestade provocou mais de 100 milimetros de chuva em apenas 3 horas, segundo dados do hidroestimador de precipitação do CPTEC/INPE.

Pimenta Bueno
A PCD (Plataforma de Coleta de Dados) também do CPTEC/INPE instalada em Pimenta Bueno, registrou rajadas de ventos de até 60 km/h e precipitação de 54 mm, o que é considerado como um volume alto.

Vilhena
Parte de outros municípios, inclusive no norte de Vilhena, ao longo da rodovia BR-174, sentido Juína, a chuva intensa na fronteira causou alagamentos na estrada.

Espigão d' Oeste
Entre 4 e 5 horas, uma intensa célula de convecção profunda ganhou aspecto de uma grande "bola" de nuvens entre os municípios de Cacoal e Espigão d' Oeste. As primeiras informações repassadas pela imprensa local confirmam a leitura dos satélites, de que chuvas extremas a severas castigaram a área, com alagamentos e destelhamentos de construções em propriedades da zona rural de Espigão d' Oeste. Próximo ao Distrito de Novo Paraíso, a precipitação dos hidroestimadores calculou mais de 80 milimetros das 04h15min às 05 horas (local).

Em todos os municípios afetados pela chuva, as trovoadas adentraram pela madrugada, sendo que em alguns, elas perduraram até as 6 horas. Foram mais de 8 horas de trovoadas ininterruptamente formadas por sistemas meteorológicos conhecidos como "Sistemas Convectivos de Mesoescala", quando as nuvens de uma trovoada isolada e individual se agrupam a outras formando um único mecanismo de instabilidade, que trabalha por horas seguidas podendo gerar tempestades.

Previsão
A previsão do CPTEC/INPE adverte que hoje, novos temporais devem ocorrer em Rondônia, principalmente no final da tarde e todo o período da noite. O alerta, com base em dados dos modelos de previsão numérica, sugere também na possibilidade de temporal em Porto Velho, com grande volume de chuva e muitos raios.
Para quem desejar viajar, a previsão para amanhã, feriado de Finados, também é de temporais mais generalizados, por conta da formação de um novo evento de ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul) em parte do Brasil. Em períodos de ZCAS, as chuvas tornam-se mais freqüentes e intensas. Dados: CPTEC/INPE - SEDAM - REDEMET
Fonte: De olho no tempo

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat