Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Brasil falha na tarefa de preservar a floresta amazônica, diz Mangabeira



Ivan Richard
Agência Brasil

Brasília - O ministro de Assuntos Estratégicos e coordenador do Projeto Amazônia Sustentável (PAS), Mangabeira Unger, admitiu hoje (28) que o Brasil tem falhado na tarefa de preservar a floresta. Segundo o ministro, o país não fez o bastante “nem em matéria de desenvolvimento, nem de preservação da Amazônia”.

Para Unger, a defesa da Amazônia deve ser desenvolvida levando em consideração dois aspectos: monitoramento e mobilidade. “A combinação desses dois imperativos começará a assegurar, de fato, a defesa militar da Amazônia. A defesa militar da Amazônia é uma condição necessária, mas não suficiente para afirmação da nossa soberania”, disse.

Durante reunião conjunta das comissões da Amazônia e  das Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, para discutir o conflito na Terra Indígena Raposa Serra do Sol, o  ministro argumentou que o PAS não tratará “apenas” da floresta amazônica, mas desenvolverá ações nas regiões do cerrado e savanas tropicais existentes na área da Amazônia Legal.

“Nossa tarefa na Amazônia não se reduz à proteção da floresta e à organização do manejo florestal sustentável”, ressaltou Unger afirmando que a defesa da Amazônia não estará completa enquanto não forem colocados em prática projetos de desenvolvimento sustentável. “Sem projeto econômico, consequentemente, não haverá estruturas sociais produtivas e organizadas [na Amazônia]”, afirmou.

Questionado sobre iniciativas internacionais que visariam a comprar a Amazônia, o ministro afirmou que a proteção da floresta é uma questão de soberania nacional. “Qualquer discussão nossa com o mundo a respeito da Amazônia é a reafirmação inequívoca e incondicional de nossa soberania. Quem cuida da Amazônia Brasileira é o Brasil e mais ninguém”, disse.

 
 

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto