Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Balança comercial reflete saúde da economia


"Entre os pontos mais significativos na escalada das exportações de Rondônia, destacamos a sua sustentabilidade, seus reflexos na economia e o crescente saldo positivo que ela traz para a balança comercial", afirmou o secretário de Estado da Agricultura, Produção e do Desenvolvimento Econômico e Social (SEAPES), Marco Antonio Petisco, ao apresentar números coletados pelas equipes técnicas da secretaria a respeito do desempenho da economia rondoniense no primeiro semestre de 2007, e que também demonstram como o mercado de trabalho está gerando um número maior de vagas e qual o percentual a mais de pessoas que hoje conseguem ocupação fixa, na capital e no interior.

"Além de chegarmos ao quinto posto entre os maiores Estados brasileiros exportadores de carne de bovinos desossada, é muito expressivo o fato de termos condições de, no próximo ano, ultrapassar Minas Gerais no item volume embarcado, neste segmento", explica Petisco. Em números, foram 38.080 toneladas de produtos cárneos destinadas entre 1º de janeiro e 30 de junho à Rússia, Egito, Venezuela, Israel, Emirados Árabes Unidos (Dubai e Abu Dhabi), Hong Kong e Arábia Saudita - todos países que importaram de frigoríficos aqui estabelecidos mais de US$ 1,25 milhão no período. Minas Gerais exportou 40.765 toneladas e, a ser sustentado em 2008 o ritmo histórico de crescimento do setor na última década, já no próximo ano as exportações rondonienses poderão superar as mineiras em termos de carne processada.

Em nível federal o aumento nas exportações gera divisas que, administradas pelo Banco Central, ajudam a regular o câmbio, reforçam as reservas internacionais e engordam o superávit primário, utilizado no serviço da dívida. Já na esfera estadual, segundo Petisco, o saldo positivo da balança comercial, que foi de US$ 161,6 milhões apenas no primeiro semestre deste ano, produz uma série de conseqüencias benéficas: "O superávit coloca mais dinheiro para circular na economia, incentiva o aprimoramento do parque industrial, absorve mão-de-obra especializada, a qual ganha melhores salários, e se reflete indiretamente na composição do cálculo da parcela do Fundo de Participação dos Estados (FPE), através da Lei Kandir, apesar de ainda permanecer uma grande injustiça contra Rondônia". A esse respeito, o secretário lembra que Estados com Produto Interno Bruto (PIB) e População Economicamente Ativa (PEA) muito menor, como Roraima, receberam do Governo Federal este ano quatro vezes mais recursos que Rondônia, ainda que tenham economia muito mais acanhada.

Outro indicador do dinamismo do setor produtivo é o conjunto dos dados relativos ao emprego. As vagas de trabalho ofertadas pelas empresas, na capital e no interior, aumentaram 61,97% entre o primeiro semestre de 2006 e o de 2007: passaram de 2.748 para 4.451 ofertas. Foi de 58,47% o crescimento

no número de trabalhadores colocados pelo Serviço Nacional de Emprego (SINE/RO), através de seus escritórios na capital e no interior, administrados pela SEAPES: foram 3.255 nos seis primeiros meses deste ano contra 2.054 em igual período de 2006. Chama atenção também a redução no número de pessoas que se inscreveram no cadastro do SINE à espera de vagas: o total de pessoas nessa condição caiu de 13.041 para 11.910. 

Fonte: Decom
 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir