Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Área de pântano aumenta na fronteira Brasil x Bolívia



Com as fortes chuvas, o nível de diversos rios aumentou muito fazendo com que áreas em declive se transformassem em grandes pântanos.

Daniel Panobianco – A enchente nos rios Mamoré e Itenz, na Bolívia está contribuindo para uma modificação na vegetação natural no leste do País. As áreas mais baixas, próximas ao leito do rio Guaporé, que faz fronteira com o Brasil, estão totalmente alagadas desde dezembro. Algumas já se tornaram grandes pântanos como em uma parte observada na Reserva Biológica do Guaporé, em Rondônia. 

Entre os municípios de Costa Marques e Pimenteiras do Oeste, a porcentagem de áreas alagadiças aumentou muito nas últimas três semanas, devido à cheia no rio Guaporé e que acabou inundando parte de Pimenteiras do Oeste e consequentemente levando a administração municipal a decretar Estado de Calamidade Pública.
.
As imagens do sensor MODIS da NASA detalham em cor escura as áreas que estão cobertas pela água. Grande parte da margem à direita do rio Guaporé, sentido Pimenteiras – Costa Marques está debaixo d' água. A mesma região em que os búfalos selvagens viviam ultimamente, antes da cheia próximo à fazenda Pau D' Óleo, do governo. Mais uma explicação e prova da migração dos búfalos para regiões mais montanhosas acima. A água às margens do Guaporé é tanta, que a vegetação já desapareceu devido à enchente e por isso, a alimentação da manada de mais de 10 mil búfalos fica comprometida. 

As últimas informações que chegam do Vale do Guaporé dão indicativo de que os animais ainda circundam áreas muito próximas de fazendas, o que aumenta o temor de um ataque agressivo, uma vez que os animais não são domesticados e nunca tiveram contato com o homem. 

Na Bolívia, a cheia no Mamoré e Itenz já provocou a morte de 91 pessoas e deixou pelo menos 74 mil desabrigados, segundo informações da ONU. 

As chuvas diminuíram neste inicio de semana na região, mas mesmo assim, o nível das águas continua muito acima do normal.

Dados: ONU – Natural Observatory 
Fonte: AMAZONIAOVIVO.COM

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre