Porto Velho (RO) sexta-feira, 21 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Aquicultura e pesca se tornam grandes negócios no mundo


Os dados da FAO revelam que o Brasil tem condições de participar do mercado mundial de aquicultura e pesca com dez milhões de toneladas ao ano, incluindo a pesca marítima e de espécies cultivadas em água doce. Atualmente produz 1,2 milhões de toneladas de pescado. Para o veterinário CAquicultura e pesca se tornam grandes negócios no mundo - Gente de Opiniãoarlindo Pinto Filho, gerente de pesca da secretária de Agricultura e Pecuária de Rondônia, o Estado tem condições de alcançar a meta traçada pelo governador Confúcio Moura de produzir 80 mil toneladas de pescados até 2014.

Rondônia guarda um dos maiores potenciais de água doce do País, com pouco mais de dois mil piscicultores, bem como pouco mais de três mil hectares de tanques escavados. As condições para produção de peixes em cativeiros no Estado são imensas, principalmente nas pequenas propriedades exploradas pela agricultura familiar.

Nos rios federais, só o reservatório da hidrelétrica de Samuel são 560 quilômetros quadrados de áreas alagadas. As hidrelétricas do Madeira mais 650 quilômetros quadrados que podem, em curto-prazo, produzir peixes à vontade.

Ainda restam os rios estaduais onde os reservatórios das pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), de Pimenta Bueno, Alto Alegre, Colorado, Vilhena e Santa Luzia somam mais de 200 quilômetros quadrados de lâmina de água. Tudo praticamente inexplorado comercialmente em termos de pescado

Mar e Terra

O grupo Mar e Terra, uma multinacional do pescado recém instalada no município de Pimenta Bueno, comercializou 58 toneladas de pescado em Rondônia este ano. Numa fazenda de 200 hectares naquele município está montando laboratórios onde vai produzir alevinos de pirarucu, pintado e tambaqui.

Segundo Jorge de Souza, presidente do grupo, nesta safra de 2011/2012 a meta é produzir três milhões de alevinos que serão repassados aos produtores rurais no sistema de parceria, com contrato de garantia de compra. A partir de 2012, com a instalação de uma plataforma industrial, será fornecida ração aos piscicultores parceiros.

Para o secretário de Agricultura e Pecuária, Anselmo de Jesus, “no que depender de nós, o governo vai alcançar a meta de produzir as 80 mil toneladas de pescado até 2014. Será uma grande conquista para Rondônia, com a instalação definitiva de uma fábrica de ração, produção de alevinos e uma indústria de processamento em Pimenta Bueno”.

Ao Estado cabe neste projeto já em andamento organizar os pequenos piscicultores na inclusão produtiva, por meio de associações e cooperativas, garantindo assistência técnica. Assim, a meta das 80 mil toneladas de pescado proposta pelo governador Confúcio Moura, naturalmente serão alcançadas.

Fonte: Decom

 

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat