Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

AMORIM: Ausência de política pecuária vai aumentar preço da carne



A ausência de linhas de crédito e de políticas públicas claras para a agropecuária está gerando uma nova crise, com reflexos já sentidos em Rondônia – quinto maior produtor nesse setor no país – onde novilhas com apenas 10 arrobas, e vacas leiteiras estão sendo vendidas para conter prejuízos ao produtor. O alerta foi feito nesta terça-feira (17), pelo deputado federal Ernandes Amorim (PTB), em discurso na Câmara.

Essa situação, afirma o parlamentar, vai provocar desabastecimento no mercado e, como conseqüência o aumento de preços ao consumidor. No que pese a evolução da pecuária em Rondônia, que detém um plantel bovino de 11 milhões de cabeças, a atividade, segundo Amorim, tem sido de contrastes. "A pecuária brasileira cresce e é uma das esperanças do mundo para o aumento da produção de proteínas vermelha. Temos instituições de ensino de qualidade, investimentos em tecnologia, profissionais capacitados, mão de obra farta, clima favorável e área para a atividade, mas falta uma política que atinja todos os segmentos da produção de carne e leite, presente em mais de 5 milhões de propriedades brasileiras".

Dados da FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação - usados por ele, atestam que a oferta de carne bovina esse ano atingirá o recorde de 69 milhões de toneladas, contra os 50 milhões de toneladas produzidas na década passada. Nesse mesmo período, ressalta o parlamentar, a economia mundial cresceu mais de 20% e a população ganhou mais de 300 milhões de consumidores. "O que nos leva a uma conclusão implacável: toda a produção de proteína vermelha já não está conseguindo atender a demanda do planeta, apesar de todo o ganho de escala em produtividade".

Para Amorim, a pecuária precisa de incentivos e apoio, por se tratar de uma atividade que não disputa alimentos com os seres humanos. "Nosso rebanho consome capim, ao contrário da Europa e Estados Unidos que usam grãos. Em que pese o quadro aparentemente favorável, continuamos pecando dentro e fora das porteiras: os repetidos embargos a nossa carne no mercado internacional, provocado pela fragilidade dos nossos controles sanitários e ambientais, é apenas um dos vários problemas que envolvem a nossa logística de produção, uma fiscalização ineficiente, um regulamento de inspeção complicado e ultrapassado, datado de mais de meio século, a falta de força política dos produtores rurais, e a unicidade dos regulamentos de fiscalização e inspeção, a rastreabilidade precária, nos leva a baixa credibilidade no exterior". Amorim afirma ainda que aliado a todo esse quadro está a ausência de políticas ao setor, principalmente crédito e apoio a comercialização

Fonte: Yodon Guedes

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre