Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Amazônia realiza audiência pública para tratar de regularização fundiária


 
A Comissão da Amazônia realiza nesta quarta-feira (15), às 10 horas, no plenário 10 da Câmara dos Deputados, audiência pública para discutir a Medida Provisória 458/2009 que trata da regularização fundiária. A reunião é fruto de aprovação do requerimento nº 466/09 do deputado Eduardo Valverde (PT/RO).

A iniciativa do requerimento foi uma tentativa do parlamentar em atender aos apelos de movimentos sociais em defesa da reforma agrária, que pediram a reabertura da discussão em torna da matéria. A MP 458 autoriza a transferência sem licitação de terrenos da União com até 1,5 mil hectares, na Amazônia Legal, a quem esteja em sua posse antes de dezembro de 2004.

Ela prevê ainda, a alienação gratuita com expedição de Título de Domínio até 1 módulo fiscal(média de 76 hectares); custo diferenciado com expedição de Título de Domínio de 1 a 4 módulos fiscais sem vistoria prévia; valor de mercado com expedição de Título de Domínio de 4 a 15 módulos fiscais, com vistoria prévia; áreas acima de 15 módulos fiscais até  2500hectares, aplicação da norma geral e áreas acima de 2500 hectares, norma constitucional,com autorização do Congresso Nacional.

Participarão da audiência representantes da Confederação Nacional das Associações dos Servidores do INCRA (CNASI), Via Campesina, Pastorais da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil, Fórum Nacional da Reforma Agrária e Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente

Com relação ao tema, o Diretor da CNASI, José Parente, a MP nos moldes como está proposta caracteriza-se como abandono da reforma agrária e das ações fundiárias em conformidade com a função social da propriedade da terra. Isto porque, 84% das ocupações compreendidas por imóveis de 4 ou menos módulos  fiscais, ou menores a 400 hectares, só vão absorver 19%  de toda a área.  Já os médios e grandes ocupantes, que somam 81% de toda a área ocupada, são os grandes beneficiários da regularização fundiária.

Para o deputado Eduardo Valverde qualquer ação que vise desemperrar e resolver os problemas fundiários será bem-vinda . Em seu estado, o parlamentar frisou a Floresta Nacional do Bom Futuro, que desde 1988 teve suas áreas invadidas e hoje residem de forma “informal” cerca de 8 mil famílias. Segundo ele é preciso acabar com a grilagem de terras e os conflitos de ordem agrária.

Fonte: Leila Denise

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir