Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Agronegócio também precisa de ajuda do governo para enfrentar crise, diz Moreira


 

O vice-líder do PPS na Câmara, deputado federal Moreira Mendes (RO), criticou, nesta quarta-feira, a falta de ação do governo federal para com o agronegócio, especialmente no que diz respeito aos impactos da crise sobre a agricultura e a pecuária brasileira. As críticas foram feitas diretamente ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, durante audiência pública na Comissão Mista do Congresso Nacional de acompanhamento da crise financeira, da qual o deputado faz parte.

Ao rebater as declarações de Mantega de que o "fundo do poço" para a economia brasileira já teria sido atingido e que o país, neste momento, já estaria em processo de recuperação, Moreira cobrou do ministro medidas concretas para reduzir o impacto da turbulência em outras áreas, principalmente no agronegócio. "As palavras do senhor, ministro, nos trazem uma relativa tranquilidade no que se refere à indústria, mas não podemos compartilhar de seu otimismo no que diz respeito à agricultura e à pecuária, que estão à míngua. Estes setores são os que mais sentem o impacto da crise", reclamou o integrante da Comissão da Agricultura.

Moreira Mendes disse ainda que toda a cadeia produtiva que envolve o agronegócio - caso do café e da carne - precisa também ser "aquinhoada" com as iniciativas governamentais para enfrentamento da turbulência econômica, a exemplo do que foi feito recentemente para ajudar outros setores da economia, como a indústria automotiva. "Falta o governo estender a mão generosa do mesmo jeito que fez com as montadoras", enfatizou o deputado, relatando o que acontece atualmente em Rondônia. "Lá no meu estado (o efeito da crise) tem sido desastroso, principalmente com o desemprego provocado pelo fechamento dos frigoríficos", informou.

Fonte: Nadja Rocha

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir