Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

4ª Conferência Estadual do Meio Ambiente


O governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), abriu na quarta-feira (25) a 4ª Conferência Estadual do Meio Ambiente – Resíduos Sólidos “Vamos Cuidar de Rondônia”, com o objetivo de contribuir para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal nº 12.305, de 2/8/10), a partir de um amplo debate junto à sociedade.

A cerimônia de abertura teve início às 20h, no auditório do Rondon Palace Hotel, em Porto Velho. O encerramento está previsto para sábado (28) com o retorno dos representantes municipais para suas localidades.

Na abertura da Conferência, o secretário-adjunto da Sedam, Francisco de Sales Oliveira dos Santos, deu boas-vindas aos presentes e destacou a importância e seriedade das discussões, principalmente os mecanismos e estratégias para a implementação das medidas e programas de gestão de resíduos sólidos, a partir da realidade de cada município. Ele falou também da inclusão dos catadores de resíduos sólidos na política estadual de resíduos.

Constou na programação de ontem, a palestra “Um olhar sobre os Resíduos Sólidos no Brasil”, com a participação do diretor de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Nilo Sérgio de Melo Diniz.

O encontro está acontecendo com a presença de mais de 200 pessoas, representantes da sociedade civil organizada, das prefeituras e câmaras municipais, educadores, estudantes, órgãos públicos e Ministério do Meio Ambiente, que estão discutindo soluções para acabar com os lixões a céu aberto em Rondônia.

A conferência estadual está em conformidade com o tema e metodologia da 4ª Conferência Nacional de Meio Ambiente (CNMA), que acontecerá em Brasília de 24 a 27 de outubro, tendo as discussões centralizadas nos eixos: Produção e Consumo Sustentáveis, Redução dos Impactos Ambientais e Geração de Emprego, Trabalho e Renda.

Fonte: Marilza Rocha / Decom

 

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat