Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

35% do rebanho estava na Amazônia em 2007




35% do rebanho bovino nacional 
estava na Amazônia em 2007, diz IBGE 


Por Bruno Calixto, da Amazônia.org.br 

O instituto detectou ligeira queda do rebanho em 2007, mas nos últimos dez anos houve crescimento de 78% no número de animais na região. Mato Grosso tem o maior rebanho do país

Cerca de 35% do rebanho bovino de todo o país estava concentrado na Amazônia no ano passado, de acordo com a Pesquisa Municipal de Pecuária divulgada ontem (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São 69.575 milhões de cabeças, o equivalente a 34,8% de todo o rebanho brasileiro.

A pesquisa detectou queda do total de cabeças de gado em 2007 de 3% no Brasil e 5% na Amazônia. Apesar da diminuição, o IBGE lembra que, na comparação dos últimos dez anos (200

Produção da Pecuária Municipal 2007
Apresenta informações sobre o efetivo dos rebanhos, a quantidade e o valor dos produtos de origem animal, bem como o número de vacas ordenhadas e ovinos tosquiados, por Grandes Regiões, Unidades da Federação e principais municípios produtores. Traz análise dos resultados, com destaque para a participação relativa dos principais produtos da pecuária em cada um desses estratos geográficos, e discorre sobre o desempenho do setor no mercado externo com base em estatísticas nacionais da Secretaria de Comércio Exterior - SECEX, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, e indicadores internacionais da Food and Agriculture Organization of the United Nations - FAO e do United States Department of Agriculture - USDA. Inclui, ainda, a conceituação das características investigadas. O CD-ROM que acompanha a publicação contém, além das informações apresentadas no volume impresso, o plano tabular de divulgação da pesquisa por Unidades da Federação, mesorregiões, microrregiões geográficas e municípios, e uma tabela-resumo com os efetivos e produções da pecuária municipal, possibilitando, assim, um perfil detalhado desse segmento econômico. Esses resultados também estão disponíveis no portal do IBGE na Internet. Informações metodológicas podem ser obtidas na publicação Pesquisas agropecuárias, da série Relatórios Metodológicos. Outros dados sobre a pecuária podem ser consultados em publicações do Censo Agropecuário e nos Indicadores IBGE.

Fonte: Amazôna.org.br
7-1997), registrou-se um crescimento de 78% na quantidade de cabeças de gado na região, com destaque para o sul do Pará, o norte de Mato Grosso e Rondônia.  

Segundo o instituto, a queda de 5% do rebanho na Amazônia não ocorreu devido à preocupação ambiental, mas à "descapitalização dos produtores em 2006, o que levou a desinvestimentos no ano seguinte".

De acordo com o IBGE, o rebanho bovino brasileiro tem se deslocado em direção ao norte do país, "em parte devido à disputa por área com as lavouras de cana, soja e milho no Centro-Sul. Entretanto, houve uma redução do ritmo de crescimento do rebanho bovino na região, de 46% de 1997 a 2002 para 22% no período de 2002 a 2007".

A pesquisa detectou o maior efetivo bovino no Mato Grosso, que possui 12,9% de todo o rebanho nacional. Entre as dez cidades que possuem a maior quantidade de cabeças de gado do país, quatro delas se localizam na Amazônia Legal e três estão na listas dos 36 municípios que mais desmatam a Amazônia: São Félix do Xingu (PA), Juara (MT) e Alta Floresta (MT).

São Félix do Xingu, que tem o segundo maior rebanho do Brasil, é também a cidade que mais devastou a Amazônia este ano, e aparece como "município crítico" em relação ao desmatamento no boletim Transparência Florestal, produzido pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia.  

Clique e Veja a pesquisa na íntegra

Fonte: Envolverde/Amazônia.org.br

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir