Porto Velho (RO) segunda-feira, 9 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Hidrelétricas do Madeira

Usinas vão aplicar R$ 30 bilhões...


A construção das hidrelétricas do rio Madeira, em Rondônia, deverá gerar investimentos da ordem de R$ 30 bilhões nos próximos seis anos, conforme avaliação de uma fonte diretamente envolvida nas negociações.  Além das duas hidrelétricas (Santo Antônio e Jirau), o projeto exigirá uma linha de transmissão de 2.700 quilômetros de extensão ligando as duas usinas ao interior de São Paulo.  A estimativa mais recente do consórcio Odebrecht/Furnas, que está fazendo o levantamento prévio da viabilidade econômica, é de que cada usina exigirá entre R$ 10 bilhões e R$ 12 bilhões e a linha de transmissão outros R$ 9 bilhões.  "É um dos maiores negócios 'na prateleira' no mundo e pode ter certeza de que a disputa será intensa", observou a fonte.

Convertido ao dólar atual, os R$ 30 bilhões equivalem a cerca de US$ 16 bilhões, pouco abaixo da compra da mineradora Inco pela Companhia Vale do Rio Doce no ano passado, o maior negócio de compra/venda de empresas na América Latina e que foi estimado em US$ 18 bilhões.  Os investimentos no Madeira atingem praticamente o atual valor de mercado do grupo Eletrobrás, na Bovespa.  A estatal, que responde por cerca de dois terços do parque gerador de energia elétrica instalado no país, está cotada na bolsa brasileira por cerca de R$ 31 bilhões.

O ceticismo que ainda cerca o empreendimento por parte de alguns especialistas não é partilhado pelos consórcios que estão se formando.  Fontes ouvidas pela Agência Estado destacaram que o negócio já sai praticamente viabilizado em termos econômico-financeiros, devido à forma de comercialização de energia.  A energia elétrica tornou-se um bem escasso e há poucos empreendimentos com oferta disponível a partir de 2012/2013.  "Sem o complexo do Madeira, o risco de racionamento é muito alto", dizem analistas do setor.

Fonte: Jornal do Commercio - Amazônia.org.br

Mais Sobre Hidrelétricas do Madeira

Iniciadas as obras de proteção das margens do rio na região da Madeira-Mamoré

Iniciadas as obras de proteção das margens do rio na região da Madeira-Mamoré

A população de Porto Velho pode comemorar o início das obras que fazem parte do importante projeto de revitalização do complexo da Estrada de Ferro

Hidrelétrica Santo Antônio completa quatro anos de geração

Hidrelétrica Santo Antônio completa quatro anos de geração

Porto Velho, março de 2016.Dia 30 de março marca os quatro anos desde o início de geração da Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no rio Madeira, em

Estudantes de engenharia elétrica do acre visitam Jirau

O canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Jirau foi cenário de estudo dos estudantes do primeiro período do curso de Engenharia Elétrica da Universida

Governo faz mega desapropriação em Belo Monte

BRASÍLIA – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) formalizou na última terça-feira (3) a última desapropriação de terras para a construção da