Porto Velho (RO) quinta-feira, 12 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Hidrelétricas do Madeira

USINAS: Licença deveria incluir mais exigências, diz Jorge


Sabrina Craide
Agência Brasil

Brasília - Apesar de se apoiar publicamente a construção das hidrelétricas Jirau e Santo Antônio, o Comitê Pró-Usinas do Rio Madeira, formado por 67 entidades de Rondônia, criticou o licenciamento prévio concedido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O representante do Comitê, Jorge Luiz da Silva Alves, disse que as exigências impostas na licença prévia são tímidas e que a entidade vai tentar incluir mais pontos a serem cumpridos pelos empreendedores. "Nós somos parceiros, brigamos muito pela licença, mas dizer que é parceiro não significa ser solidário com tudo", afirmou, em entrevista à Agência Brasil.

Ele disse que as exigências colocadas pelo Ibama tratam principalmente da parte ambiental, deixando de lado os impactos sociais da obra. "Só se preocuparam com peixes e tartarugas, e esqueceram a parte social. Tem que se preocupar também com o homem que vive aqui e com a população que vai se sacrificar para que todos os brasileiros sejam beneficiados", argumenta Alves.

O comitê quer exigir, por exemplo, a garantia da sobrevivência econômica das comunidades ribeirinhas que poderão ser deslocadas em função da obra.

Entre as 33 condições determinadas pelo Ibama, estão: a apresentação de programas e projetos que compatibilizem a oferta e a demanda de serviços públicos, considerando o aumento populacional previsto; a apresentação de medidas para atender famílias afetadas pelos empreendimentos; e o apoio a assentamentos de reforma agrária, agricultores familiares e comunidades ribeirinhas.

Alves disse também que uma parte das condições colocadas pelo Ibama já havia sido apresentada pelo Comitê Pró-Usinas do Rio Madeira.


 

Mais Sobre Hidrelétricas do Madeira

Iniciadas as obras de proteção das margens do rio na região da Madeira-Mamoré

Iniciadas as obras de proteção das margens do rio na região da Madeira-Mamoré

A população de Porto Velho pode comemorar o início das obras que fazem parte do importante projeto de revitalização do complexo da Estrada de Ferro

Hidrelétrica Santo Antônio completa quatro anos de geração

Hidrelétrica Santo Antônio completa quatro anos de geração

Porto Velho, março de 2016.Dia 30 de março marca os quatro anos desde o início de geração da Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no rio Madeira, em

Estudantes de engenharia elétrica do acre visitam Jirau

O canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Jirau foi cenário de estudo dos estudantes do primeiro período do curso de Engenharia Elétrica da Universida

Governo faz mega desapropriação em Belo Monte

BRASÍLIA – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) formalizou na última terça-feira (3) a última desapropriação de terras para a construção da