Porto Velho (RO) sexta-feira, 7 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Hidrelétricas do Madeira

Ibama dá prazo até amanhã para Jirau


 
 Josette Goulart -   Valor Econômico  

Depois de uma série de informações desencontradas, o Ibama informou no início da noite de ontem que, apesar de a licença da usina de Jirau já ter expirado, as obras só precisam ser paralisadas a partir de amanhã.  Esse seria o prazo da notificação oficial à concessionária Energia Sustentável do fim da licença provisória, segundo informou o Ibama.  A licença definitiva deve sair esta semana, de acordo com declarações do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.  Mas o governo federal terá ainda de resolver as pendências com o governo rondonense, que precisa dar sua anuência ao projeto.

O secretário de Planejamento de Rondônia, João Carlos Ribeiro, disse ao Valor que as negociações com o governo federal estão encaminhadas, mas lembra que elas levam tempo a serem concretizadas.  A proposta feita pelo governador Ivo Cassol é de se fazer uma permuta entre a Floresta Nacional "Bom Futuro", que pertence ao governo federal, com a reserva estadual que será afetada pelas obras de Jirau.  Mas mesmo que os dois governos cheguem a um acordo, a permuta precisa ser autorizada pela Assembleia Legislativa de Rondônia e pelo Congresso Nacional.  Segundo Ribeiro, o Estado não vai abrir mão da reserva até uma solução em definitivo, ou seja, com aprovação das casas legislativas.

Sem um acordo com o governo estadual, as obras de Jirau podem ficar paradas indefinidamente.  A licença provisória de instalação foi concedida pelo Ibama no dia 14 de novembro e tinha o prazo de seis meses para vencer, segundo o texto da própria licença.  Apesar de o processo administrativo também indicar a data do dia 14 de novembro, o prazo final da licença foi o do dia de ontem, segundo informações da assessoria de imprensa do instituto.

O Ibama não faz qualquer tipo de publicação em diário oficial das licenças concedidas e considera como data para a contagem de prazos legais aquela em que o empreendedor é notificado da concessão da licença.  No caso da licença para Jirau, essa data foi o dia 18 de novembro.

A concessionária Energia Sustentável não pediu nenhuma prorrogação dos prazos porque informa que as obras permitidas pela licença provisória já foram quase completadas.

 

Mais Sobre Hidrelétricas do Madeira

Iniciadas as obras de proteção das margens do rio na região da Madeira-Mamoré

Iniciadas as obras de proteção das margens do rio na região da Madeira-Mamoré

A população de Porto Velho pode comemorar o início das obras que fazem parte do importante projeto de revitalização do complexo da Estrada de Ferro

Hidrelétrica Santo Antônio completa quatro anos de geração

Hidrelétrica Santo Antônio completa quatro anos de geração

Porto Velho, março de 2016.Dia 30 de março marca os quatro anos desde o início de geração da Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no rio Madeira, em

Estudantes de engenharia elétrica do acre visitam Jirau

O canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Jirau foi cenário de estudo dos estudantes do primeiro período do curso de Engenharia Elétrica da Universida

Governo faz mega desapropriação em Belo Monte

BRASÍLIA – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) formalizou na última terça-feira (3) a última desapropriação de terras para a construção da