Porto Velho (RO) quinta-feira, 5 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Hidrelétricas do Madeira

Hidrelétricas: MP defende monitoramento contínuo das obras


A necessidade de um acompanhamento constante de todas as etapas da construção das hidrelétricas de Santo Antônio e de Jirau, no Rio Madeira, é fundamental para amenizar as consequências ambientais, sociais e econômicas do projeto, segundo o subprocurador-geral do Ministério Público de Rondônia, Ivo Benitez. Ele avalia que as condições impostas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) vão ao encontro do que o órgão estadual determinou em estudos complementares realizados.

"Os resultados preliminares dos estudos apontavam para essa situação: se houvesse o licenciamento, ele deveria ser seguido do monitoramento de alguns aspectos que ainda não foram pesquisados do Rio Madeira", afirma.

O Ministério Público de Rondônia realizou estudos independentes sobre as possíveis consequências do empreendimento para o estado. Além dos aspectos ambientais, o órgão mostrou preocupação com os impactos sociais e econômicos do projeto. Segundo Benitez, ao estabelecer a revisão do Plano Diretor (uma das principais leis em âmbito municipal) de Porto Velho, a licença do Ibama também prevê a preocupação com esses aspectos.

"Há uma tradição de olhar as licenças ambientais apenas do ponto de vista ecológico. Mas, neste caso, há toda uma implicação socioeconômica que precisou de estudos específicos a respeito disso", avalia.

O subprocurador diz que os problemas na área urbana não são responsabilidade do empreendedor, mas do governo federal.

O Ibama concedeu ontem (9) a licença prévia para a construção das duas usinas. A decisão significa que o instituto concluiu que o projeto tem viabilidade ambiental. Com isso, o empreendimento pode ir a leilão. O vencedor da disputa precisará cumprir 33 exigências para iniciar a obra.

Sabrina Craide
Agência Brasil

Mais Sobre Hidrelétricas do Madeira

Iniciadas as obras de proteção das margens do rio na região da Madeira-Mamoré

Iniciadas as obras de proteção das margens do rio na região da Madeira-Mamoré

A população de Porto Velho pode comemorar o início das obras que fazem parte do importante projeto de revitalização do complexo da Estrada de Ferro

Hidrelétrica Santo Antônio completa quatro anos de geração

Hidrelétrica Santo Antônio completa quatro anos de geração

Porto Velho, março de 2016.Dia 30 de março marca os quatro anos desde o início de geração da Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no rio Madeira, em

Estudantes de engenharia elétrica do acre visitam Jirau

O canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Jirau foi cenário de estudo dos estudantes do primeiro período do curso de Engenharia Elétrica da Universida

Governo faz mega desapropriação em Belo Monte

BRASÍLIA – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) formalizou na última terça-feira (3) a última desapropriação de terras para a construção da