Porto Velho (RO) domingo, 26 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Evento

Orquestra de Rua é atração nas comemorações de 28 anos do ECA


Orquestra de Rua é atração nas comemorações de 28 anos do ECA  - Gente de Opinião

Uma comemoração animada pela inspiração musical de jovens negros, oriundos de favelas do Rio de Janeiro, marcará o aniversário de 28 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente em Porto Velho. O projeto Orquestra de Rua será realizado de 6 a 10 de agosto pelo 1º Juizado da Infância e da Juventude da Comarca de Porto Velho para incentivar ações que garantam às crianças e adolescentes o direito à cultura previsto no Estatuto.

Orquestra de Rua, do Rio de Janeiro

Movidos pela necessidade, um grupo de jovens com idade entre 18 e 20 anos, que iniciou seus estudos na música por meio de projetos sociais, usou a criatividade para colocar cultura musical nas ruas. Eles tocam violino, violoncelo e viola. Um dia, após apresentação musical, estavam com fome e sem dinheiro para o lanche. Foi aí que, sem saber, criaram novas oportunidades para os seus destinos, ao pegar seus instrumentos, tocar na rua e arrecadar o suficiente para a pizza e se transformarem na Orquestra de Rua.

O Projeto Orquestra de Rua - Celebração dos 28 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente tem uma programação que pretende proporcionar aos alunos de escolas públicas de Porto Velho, adolescentes em cumprimento de Medidas Socioeducativas, suas famílias e servidores, assim como a acadêmicos dos cursos de Serviço Social e Psicologia, momentos de reflexão sobre a importância da arte e da cultura no processo educativo e socioeducativo de crianças e adolescentes, em especial aqueles em situação de vulnerabilidade social e incluídos no Sistema Socioeducativo.

Grupo Minhas Raízes, de Nazaré


Durante a semana das comemorações, ações conjuntas da Orquestra de Rua com o Grupo Minhas Raízes, do Distrito de Nazaré, formado por jovens da região ribeirinha do baixo Madeira estão programadas e os organizadores garantem cativar o público: “Temos milhares de crianças que jamais viram ou ouviram um violino. A música nos move e desperta algo em nós que sequer sabemos que está lá”, afirma o secretário-geral do TJRO, juiz Sérgio Willian Domingues Teixeira.

A programação inclui apresentações no jardim do Juizado da Infância e da Juventude, auditório do TJRO e escolas públicas de Porto Velho.

Grupo Minhas Raízes, de Nazaré - Gente de Opinião
Grupo Minhas Raízes, de Nazaré
Orquestra de Rua, do Rio de Janeiro - Gente de Opinião
Orquestra de Rua, do Rio de Janeiro

Duração: 23 minutos e 15 segundos | Visualizações: 59

Mais Sobre Evento

Pablo Vittar, fenômeno da música atualmente, fará show em Porto Velho

Pablo Vittar, fenômeno da música atualmente, fará show em Porto Velho

Ele tem nada menos do que três milhões de ouvintes mensais no Spotify

I Concurso de Redação 2018 - Ameron entrega os prêmios aos vencedores

I Concurso de Redação 2018 - Ameron entrega os prêmios aos vencedores

O Concurso de Redação da Ameron contou com a participação de 134 candidatos, 21 escolas envolvendo 11 municípios de Rondônia

Paróquia realiza "Encontro de Cura Interior" em novembro

Paróquia realiza "Encontro de Cura Interior" em novembro

Será realizado dias 13 e 14 (terça e quarta-feira) de novembro, na paróquia Sagrada Família...

Resinas de poliéster insaturado

Resinas de poliéster insaturado

A Poliresinas San Luis é uma empresa especializada na produção de resinas de poliéster insaturado para plásticos reforçados com fibra de vidro e para