Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Volume de energia elétrica gerada pela Petrobras subiu 17% no ano passado



Alana Gandra
Agência Brasil

 

O Parque Gerador de Energia Elétrica da Petrobras produziu 4,7 gigawatts médios (GW médios) de energia no ano passado para o Sistema Interligado Nacional (SIN), informou hoje (8) a estatal. O volume de energia é suficiente para atender a uma população de cerca de 15 milhões de pessoas e representou aumento de 17% em comparação com o total gerado no ano anterior, considerado recorde até então, de  4 GW médios.  O parque gerador da empresa é formado por  21 usinas termelétricas, uma usina eólica e uma usina fotovoltaica.  

“Com o fechamento de ciclo [geração de energia também a partir do vapor] das usinas termelétricas da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, e de Sepé Tiaraju, no Rio Grande do Sul, que está sendo concluído este mês, a capacidade de geração de energia do Parque Petrobras ultrapassa a marca de 7 GW”, informa nota divulgada pela empresa. Com isso, a estatal sobe da sexta para a quinta colocação no ranking nacional de geração de energia elétrica.

 

No terceiro trimestre do ano passado, acrescenta a nota, a Petrobras tornou-se a maior produtora de petróleo entre as empresas  de capital aberto, superando a produção da ExxonMobil. Considerando a produção de óleo e gás, a estatal ocupa atualmente o quarto lugar no ranking.
 

No acumulado de janeiro a novembro de 2014, a produção média da Petrobras aumentou  4,5% em comparação a igual período de 2013, com crescimento do volume mensal produzido superior a 10%. A companhia anunciou, em dezembro, recordes históricos diários de produção de petróleo: 2,286 milhões de barris por dia (bpd); e no pré-sal: 700 mil bpd, entre outros.
 

Com a entrada em operação de quatro novas unidades estacionárias de produção, a empresa  acrescentou, no ano passado, mais de 500 mil bpd de capacidade de processamento de óleo, volume que será incorporado de forma gradativa à produção, para que a empresa continue ampliando a produção de óleo e gás este ano.
 

Ainda segundo a assessoria, a Petrobras Biocombustível teve aumento de 17% na produção de etanol na safra 2014/2015, em comparação à safra anterior, “apesar da quebra de safra causada pela seca que assolou o setor sucroenergético”. A subsidiária da Petrobras atua no setor por meio de três empresas nas quais tem participação (Guarani, em São Paulo; Nova Fronteira Bioenergia, em Goiás; e Bambuí Bioenergia, em Minas Gerais).  As três empresas englobam nove usinas.
 

A empresa que registrou o maior aumento de etanol produzido foi a Guarani: 26% em relação à produção registrada na safra de 2013, com total de 756 milhões de litros, dos quais 599 milhões de etanol hidratado, disponibilizado para consumo nas bombas dos postos de serviço, e 157 milhões de etanol anidro, usado para mistura à gasolina.

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A