Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

PROJETO DE MOBILIDADE INTERNA FACILITA TRABALHO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO DAS TURBINAS


PROJETO DE MOBILIDADE INTERNA FACILITA TRABALHO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO DAS TURBINAS - Gente de Opinião
Foram adquiridos carros elétricos, bicicletas triciclos de carga
e bicicletas individuais para transporte de materiais e pessoas
siga 

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR),concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau, investiu em Projeto de Mobilidade Interna com a aquisição de carros elétricos, bicicletas triciclos de carga ebicicletas individuais, totalizando 35 veículos. O projeto tem por objetivo otimizar o tempo de trabalho dos empregados durante as manutenções e inspeções das turbinas (unidades geradoras) nas duas casas de força da Usina. Além disso, é economicamente viável e de baixo impacto ambiental, por não emitir nenhum tipo de substância poluente ao ambiente.

Os veículos começaram a ser usados neste mês de julho ecada estação de serviço écomposta por quatro bicicletas individuais, um carro elétrico e duas bicicletas triciclosde carga. O carro elétrico tem capacidade para transportar até 900 quilos a uma velocidade máxima de 20 km por hora. A bicicleta triciclo de carga pode carregar até 200 quilospara levar peças e objetos de pequeno porte e a bicicleta individual é utilizada pelos empregados que precisam se locomover mais rapidamente nas casas de força.

OFerramenteiro da ESBR, Jhonnatan Belon de Oliveira, aprovou o projeto e diz que o trabalho melhorou 100%. “A casa de força é muito grande e a gente acabava levando bastante tempo para ir de um lado a outro carregando os equipamentos, agora tudo ficou mais fácil e rápido”, explica Oliveira.

De acordo com o Coordenador de Manutenção Elétrica da ESBR, Jaime Oliveira Melo Júnior, a implantação do Projeto de Mobilidade Interna na UHE Jirau realmente agilizou as demandas e refletiu no resultado do trabalho. “A Casa de Força da Margem Esquerda possui 440 metros de distância entre a primeira e a última unidade geradora instalada, já a Casa de Força da Margem Direita tem 560 metros. Por isso, a locomoção interna era difícil e demorada, principalmente para fazer o transportede equipamentos. Os veículos agilizaram o trabalho, oferecendo praticidade, segurança e como consequência, tivemos melhoria nos resultados”, destaca Jaime.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A