Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Mediação na Justiça resulta em proposta final para os trabalhadores das Usinas de Santo Antônio e Jirau


 Mediação na Justiça resulta em proposta final para os trabalhadores das Usinas de Santo Antônio e Jirau - Gente de Opinião

Durante uma longa mediação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), realizada nesta quarta-feira (23), que começou às 15h00 e só terminou às 21h00, presidida pela desembargadora Maria CesarineideLima, com a participação do procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT), com a presença das empresas das Usinas Jirau e Santo Antônio, do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil (STICCERO), da Comissão de Trabalhadores, da Confederação dos Trabalhadores na Indústria Construção (CONTICOM) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), resultou numa proposta de mediação apresentada pelo MPT de 9% de reajuste linear e vale alimentação em duas faixas, uma de R$ 390 e a outra de R$ 300,00.
 

Houve impasse por várias horas, com os trabalhadores não abrindo mão de um índice mínimo de 10% e R$ 410,00 no vale alimentação; enquanto as empresas ofereciam no máximo um índice de 8% para quem recebe até R$ 2.600,00 e 7,5% para os salários acima deste valor, além de vale alimentação menor e com três faixas. Como não houve acordo o procurador-chefe do MPT, após se reunir em separado com a desembargara Cesarineide, apresentou a proposta de mediação. As empresas se reuniram a parte, consultaram suas matrizes e depois concordaram com a mediação do MPT, como proposta final, com a condição de que se não for aprovada em assembléia ela seria retirada e a questão julgada em Dissídio Coletivo.
 

A desembargadora esclareceu que em um eventual julgamento do Dissídio o TRT ficará limitado aos índices oficiais de inflação, que atualmente não chega a 6%, ressaltando que a proposta alcançada nesta mediação está entre as melhores do país. Igual posicionamento teve o procurador do Ministério Público do Trabalho. Diante deste posicionamento, a Comissão de Trabalhadores, STICCERO, CONTICOM e CUT concordaram em recomendar aos trabalhadores a aprovação da proposta na assembléia que será realizada na sexta-feira (25), às 7h00 da manhã.
 

 Entre as principais conquistas da proposta conseguida na mediação, pela Justiça do Trabalho e pelo MPT, que representa a proposta final, está a unificação do índice que nos anos anteriores sempre foi dividido em duas faixas e agora será de 9% de reajuste para todos; bem como, na forma de pagamento do vale alimentação, que antes era em três faixas e agora terá apenas duas, eliminado a faixa de menor valor e representando um significativo ganho para aqueles que recebiam menos, corrigindo uma injustiça. Outra questão importante é que os dias parados na semana passada em Santo Antônio não serão descontados, caso o acordo seja aprovado na assembléia.
 

Na avaliação da CONTICOM, que acompanha negociações na construção civil em todo país, e da CUT que participa das negociações de inúmeras categorias, a proposta mediada pelo MPT é uma importante conquista dos trabalhadores e está pronta para ser apreciada pela categoria. Considerando o conjunto das negociações em todo o Brasil, uma eventual greve poderá resultar em um acordo menor, diante da possibilidade de um julgamento, além de prejuízos como desconto de dias. Um exemplo recente foi o acordo da COMPERJ, que mesmo após 40 dias de greve resultou no mesmo acordo de 9%. O presidente do STICCERO, Toco, ressaltou que "estamos convencidos em defendermos a proposta do Ministério Público do Trabalho, mas quem dará a palavra final será os trabalhadores na assembléia de sexta-feira".

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A