Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Fim da greve nas usinas: CUT parabeniza trabalhadores e STICCERO por mais uma histórica conquista



A Central Única dos Trabalhadores (CUT) vem a público parabenizar os trabalhadores das Usinas de Jirau e Santo Antônio e o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (STICCERO) por mais uma conquista histórica no Acordo Coletivo de 2013, que igualou e até mesmo superou o melhor acordo até então já firmado no Brasil este ano, que era o dos operários da obra do Maracanã no Rio de Janeiro, encerrando mais uma vitoriosa greve às margens do Rio Madeira. Veja as principais conquistas:

1) Reajuste salarial de 11%, para uma inflação de 7% pelo INPC, representando 4% de aumento real, igual ao do Maracanã, que elevou os pisos da categoria para: R$ 1.005,79 do ajudante, R$ 1.083,16 do meio oficial e R$ 1.392,63 para o oficial (pedreiro, carpinteiro...);

 

2) Cesta básica aumento de R$ 270,00 para R$ 350,00, representando um grande aumento de 30%, um valor maior do que o conquistado no Rio de Janeiro, que foi de R$ 330,00;
 

3) Participação nos Lucros e Resultados (PLR) foi de 30 horas para 33 horas mês, que representa um valor anual correspondente a quase dois salários, mais precisamente a um salário e mais 80% de outro;
 

4) Além da manutenção e ampliação de outros direitos como: baixada (visita à família), não obrigatoriedade de trabalho aos sábados, assistência médica através de plano de saúde particular, auxílio creche, auxílio a filho excepcional, dentre outros.
 


A CUT ressalta o empenho do STICCERO em cumprir a determinação da Justiça do Trabalho que recomendou a suspensão da greve; conseguindo fazer isso da melhor maneira possível: que foi negociando uma excelente nova proposta, que pôs fim à paralisação de forma definitiva.
 

A Central lamenta, ainda, a ação de grupos que age de forma dissimulada e anônima dentro do canteiro de obras, em especial uma tal de "Liga Operária", que não tem uma atuação visando beneficiar os trabalhadores, mas antes busca incitar a realização de motins e tumultos com o claro objetivo político de atrasar as obras e de atacar o Governo Federal; prejudicando não só a categoria, mas também o Brasil, que precisa com urgência destas importantes obras para garantir a continuidade do crescimento econômico e a geração de emprego.
 

A CUT pergunta aos trabalhadores: você conhece o presidente ou líder da tal "Liga"? Sabe a onde fica a sede deles? Já viu alguma foto dos membros desta organização? Tem o telefone de algum deles? Se precisar responsabilizá-los por alguma informação falsa que o levar a cometer erro, saberá onde localizá-los? Portanto, trabalhador, NÃO CONFIE EM QUEM NÃO TEM CORAGEM DE MOSTRAR A CARA!!!
 

Por fim, a CUT parabeniza a atuação da Confederação dos Trabalhadores da Construção (CONTICOM) e da Comissão Permanente de Representante dos Trabalhadores, em todo processo de negociação; bem como, registra o empenho dos dois Consórcios em buscar construir, junto com a representação sindical, uma proposta que atendesse aos anseios dos trabalhadores.
 

Porto Velho-RO, 12 de abril 2013.
 

A Direção

 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A