Porto Velho (RO) sábado, 22 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Clima até setembro; dentro da normalidade em todo o Brasil


 

El Niño se intensificou e as chuvas devem se concentrar
no oeste e norte da região Norte, bem como na região Sul


Mauricio Godoi, da Agência CanalEnergia
 

O mês de julho estado de São Paulo vem apresentando um nível de chuvas acima do que se esperava na primeira semana. De acordo com a previsão do Operador Nacional do Sistema Elétrico em sua revisão 2 do PMO, está projetado um nível semanal de chuvas que será convertido em energia natural afluente acima da média histórica para o período em toda a região Sudeste/Centro-Oeste. Contudo, a previsão climatológica para o trimestre que envolve os meses de julho, agosto e setembro é de um período seco normal em todo o país.
 

Um dos grandes responsáveis por essa expectativa é a evolução do El Niño, que passou de fraco para um perfil moderado, fenômeno que foi alterado mais próximo à América do Sul. Segundo a pesquisadora do CMADEN/MCTI, Anna Bárbara de Melo, é esperado um trimestre de características normais com o aumento das temperaturas e diminuição da umidade relativa do ar, principalmente na região Centro-Oeste. Enquanto isso, no sul é que se tem um período de mais chuvas.
 
“O El Niño tanto no inverno quanto no verão não é favorável, a não ser em São Paulo que pode acompanhar a chuva verificada no Sul caso algumas condições sejam verificadas. A tendência do fenômeno é de contribuir com chuvas na porção sul ou um pouco mais ao norte da região Norte”, explicou ela.
 
Na região Sudeste, explicou a pesquisadora, não é fácil de prever o que poderá ocorrer, os modelos atuais não capturam todos os fatores que influenciam o clima da área com uma grande antecipação de tempo. Contudo, continua ela, pode-se esperar uma maior atividade em setembro porque nesse mês normalmente se consegue obter os sinais de como o tempo poderá se comportar por consequência da atividade na porção central do país, relacionada à monção da América do Sul.
 
No Norte as chuvas deverão se concentrar mais na porção Norte, com o El Niño essas precipitações também são registradas mais a Oeste, próximo ao Equador e Peru. Segundo a pesquisadora, a tendência é de que essa condição do fenômeno de aquecimento das águas do Pacífico permaneça até o final do ano, mas não se sabe com qual intensidade. “As condições atuais favorecem a sua persistência”, comentou.

Segundo os dados atualizados na revisão 2 do PMO do ONS, a ENA para este mês, ao longo das semanas de julho, deverá ficar entre 137% e 186% da MLT no Sul, um volume bem mais elevado do que se previa na semana passada, que era próximo à média histórica. Já no Nordeste a previsão para esse mês é de chuvas em 50% da média e no Norte a variação está entre 77% e 100% da média de longo termo.

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Hidrelétrica Santo Antônio comemora o Dia da Árvore com criação de bosque

Hidrelétrica Santo Antônio comemora o Dia da Árvore com criação de bosque

Na manhã de hoje, em comemoração ao Dia da Árvore, foi inaugurado um bosque na Hidrelétrica Santo Antônio. A área de mais de dois hectares, o equivale

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão também analisou outros projetos que seguem para votação em Plenário...

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de Transposição de Peixes da UHE Jirau foi projetado pelos melhores especialistas no assunto