Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Aneel recomenda ao MME a não extensão do contrato de concessão da IE Madeira


 

Agência também nega pedido para recomposição do equilíbrio econômico-financeiro do contrato. Empresa é responsável pela LT Porto Velho - Araraquara

Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia

A Agência Nacional de Energia Elétrica vai recomendar ao Ministério de Minas e Energia a não extensão do prazo do contrato de concessão da Interligação Elétrica do Madeira, responsável pela implantação da linha de transmissão Porto Velho - Araraquara, que faz o escoamento da energia das hidrelétricas do rio Madeira, Santo Antônio e Jirau, para o Sudeste. A empresa, que tem como sócios a Cteep, Furnas e Chesf, pediu ainda à Aneel a recomposição do equilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão, pleito que também foi negado.

A IE Madeira arrematou a linha de transmissão no leilão 07/2008. A linha, em corrente contínua, deveria ter ficado pronta em 26 de fevereiro de 2012, mas só entrou em operação no dia 1º de agosto de 2013, 521 dias após a data contratual. Segundo o diretor relator do processo da Aneel, José Jurhosa, a empresa alegou, entre outros fatores, atrasos no licenciamento ambiental como causa da demora na entrada em operação do projeto. Com isso, a IE Madeira afirma ter perdido 17 meses de Receita Anual Permitida, que equivalem a R$ 47,2 milhões em prejuízo.

Segundo Jurhosa, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis afirma que não houve atraso no licenciamento, mas demora no envio de informações complementares solicitadas devido a baixa qualidade dos estudos ambientais. A Procuradoria da Aneel avaliou que não houve atrasos por parte do Ibama e, por isso, recomendou o indeferimento do pleito por parte da Aneel no que diz respeito a recomposição do equilíbrio econômico-financeiro. No que diz respeito à extensão do prazo de concessão, a decisão final compete ao MME.

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, mantém uma agenda de visitas institucionais que inclui os pr

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Universitários conheceram algumas estruturas do empreendimento

Obras do Linhão de Machadinho e Buritis serão licitadas em Outubro

Obras do Linhão de Machadinho e Buritis serão licitadas em Outubro

Com o objetivo de conectar as cidades abastecidas de energia elétrica por usinas térmicas ao Sistema Interligado Nacional, a Eletrobras Distribuição R

Linhão vai interligar o Amazonas com as usinas de Rondônia e Pará

Linhão vai interligar o Amazonas com as usinas de Rondônia e Pará

As interligações previstas são as seguintes: a da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no Pará, com Parintins; a das usinas de Jirau e Santo Antônio, em Ron