Porto Velho (RO) sábado, 23 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Aneel libera operação comercial de mais uma turbina de Jirau


 

 

UG 38 tem potência de 75 MW. Eólicas no RS já podem operar em modo de teste
 

 

Da Agência CanalEnergia
 

A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou nesta quinta-feira, 4 de setembro, o início da operação comercial da unidade geradora 38 da UHE Jirau (RO - 3.750 MW). A usina fica localizada na cidade de Porto Velho e a turbina tem potência de 75 MW.
 

A Aneel também liberou a operação comercial das unidades geradoras UG1 e UG2  da PCH Camboatá, que fica nas cidades de Erval e Campos Novos (SC). Cada unidade tem potência de 1 MW. As eólicas Verace VI e VII também tiveram turbinas autorizadas, mas para operação em teste. Na EOL Verace VI foram liberadas as unidades UG1 a UG9, que totalizam 18 MW. Já na EOL Verace VII os testes serão nas turbinas UG1 a UG15, que somam 30 MW. As eólicas na cidade de Santa Vitória do Palmar (RS).

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A