Porto Velho (RO) sábado, 23 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Educação infantil avança em Porto Velho


Quando iniciou sua administração, em 2005, o prefeito Roberto Sobrinho assumiu publicamente um compromisso de valorizar e oferecer de forma gratuita e de qualidade uma das etapas mais importantes da educação, a infantil, da qual fazem parte crianças menores de seis anos, composta em sua maioria pela faixa mais carente da sociedade e que muitas vezes enquanto as mães trabalham, ficam vulneráveis.

De acordo com dados da secretaria municipal de Saúde, houve grande avanço no atendimento da Educação Infantil no município. Em 2004 a prefeitura atendia apenas 2.133 alunos e em 2011 esse número subiu para 9.895 crianças distribuídas em turmas de Creche, Pré I e Pré II.

Na zona rural em 2004 não havia números sobre esse atendimento, em 2011 já foi registrado o atendimento a 378 alunos distribuídos em turmas de Pré I e Pré II. Dois anos depois de a prefeitura ter tomado a iniciativa e ter começado o trabalho de construção de novas escolas e locação de prédios e espaços para atender estas crianças o município de Porto Velho foi contemplado pelo governo federal através de recursos oriundos do Fundo Nacional de Apoio ao Desenvolvimento a Educação Básica (FUNDEB) o que aumentou ainda mais a demanda.

A prefeitura mantém hoje em funcionamento 55 escolas, entre elas algumas que são municipais e outras que são mantidas através de convênio de locação e através do Programa de Apoio Financeiro às Instituições Comunitárias, Filantrópicas e Confessionais – Proafinc (Decreto de criação n°9.751 de 21 de março de 2005) via Secretaria Municipal de Educação e pela Divisão de Educação Infantil.

O Proafinc visa garantir a gratuidade e melhoria das estruturas físicas das escolas conveniadas por meio de repasse de recursos. Eles são repassados de acordo com a quantidade de alunos matriculados na Instituição. Como por exemplo: De 25 a 50 crianças – R$ 7.500,00; De 51 a 100 crianças – R$ 15.000,00; De 101 a 150 crianças – R$ 22.500,00; e de 151 a 200 crianças – R$ 30.000,00.

Para fiscalização dos recursos repassados pelo Proafinc a secretaria municipal de Educação (Semed) criou uma comissão de fiscalização e orientação para administração dos recursos repassados para as intuições conveniadas

Formação

Além da preocupação com os alunos, a prefeitura dispensa uma grande preocupação com a formação profissional dos servidores. A Secretaria Municipal de Educação possui a Divisão de Educação Infantil que realiza formações e acompanhamento pedagógico nas Escolas de Educação Infantil do Município com a realização de Círculos Pedagógicos com Coordenadores da Educação Infantil, assessoramento Pedagógico, com visitas às Escolas, alem do Seminário Viva a Infância. Além disso a secretaria faz o acompanhamento das festividades das Escolas (Festa Junina, Festa da Família, Formaturas), realiza ainda a entrega de brinquedos nas Escolas e principalmente estudos internos sobre temáticas relevantes à Educação Infantil.

Novas escolas em 2011

Durante a gestão Roberto foi executada a construção de sete novas escolas na zona urbana. (EMEI. Canto do Ipê – Bairro São João Batista; EMEI. Tucumã – Bairro Cohab Floresta; EMEIEF. Pé de Murici – Bairro Teixeirão; EMEI. Moisés Ferreira Neto – Bairro Tucumanzal; EMEI. Canto do Uirapuru – Bairro Aeroclube; EMEI. Nova República – Bairro Floresta e a EMEIEF. Flor do Piquiá – Bairro Tiradentes).

Em 2011 a prefeitura de Porto Velho não esqueceu as escolas da zona rural e distritos, houve a construção de uma nova unidade em Mutum-Paraná a EMEIEF. Nossa Senhora de Nazaré, alem da reforma e ampliação de cinco escolas já existentes o que melhorou muito a qualidade do ensino municipal.

Novas unidades em 2012

O prefeito Roberto sobrinho anunciou que em 2012 a rede municipal abrirá mais de 2,5 mil vagas para crianças menores de seis anos com a construção de oito novas creches. Os bairros a serem beneficiados com as novas creches são: o Bairro Jardim Santana contemplado com 02 Escolas com 08 salas cada; no Bairro Eletronorte uma Escola com 08 salas; no Bairro Pedrinhas será construída mais uma escola com 06 salas; no Teixeirão uma Escola com 06 salas; no Marcos Freire uma escola com 08 salas; no Três Marias uma escola com 08 salas e no Areia Branca uma escola com 08 salas.

A unidade do bairro Marcos Freire que atenderá uma média de 320 crianças, vai oferecer oito salas de aula, sendo duas para atender alunos da creche I (até 2 anos), duas para a creche II (até 3 anos), duas para o pré I (até 4 anos) e duas para o pré II (até 5 anos). A unidade contará ainda com um anfiteatro, laboratório de informática, dois blocos de banheiros, lavanderia, salas para atender a direção, secretaria e coordenação, sala para os professores e área de lazer.

Fonte: Edina Silva

Mais Sobre Educação

6ª Olimpíada de Língua Portuguesa é lançada e recebe inscrições

6ª Olimpíada de Língua Portuguesa é lançada e recebe inscrições

Uma cerimônia com homenagens e muita emoção marcou o lançamento na última quarta-feira (20) da 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa, no Auditório Guajuvi

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam triagens no projeto "Posso escolher"

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam triagens no projeto "Posso escolher"

Nesta quarta-feira (21), acadêmicos do curso de Biomedicina da FIMCA participaram do projeto "Posso escolher", realizado pela Prefeitura de Porto Velh

ONU declara, 2019 será  o Ano Internacional das Línguas Indígenas

ONU declara, 2019 será o Ano Internacional das Línguas Indígenas

Iniciativas apoiadas pela Fundação Banco do Brasil reforçam a relevância dos povos na história, cultura e preservação do meio ambienteA ONU (Organizaç

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi