Porto Velho (RO) segunda-feira, 2 de agosto de 2021
×
Gente de Opinião

Economia

Simpi/Datafolha: Número de pequenas indústrias funcionando atinge patamar mais alto do ano


Simpi/Datafolha: Número de pequenas indústrias funcionando atinge patamar mais alto do ano - Gente de Opinião

Pela primeira vez desde o início do ano, temos  mais da metade das micro e pequenas indústrias funcionando normalmente, de acordo com a pesquisa Indicador de Atividade da Micro e Pequena Indústria, realizado pelo Datafolha, a pedido do Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias (Simpi). Segundo o estudo, 52% delas já voltaram plenamente com suas atividades e 26% ainda permanecem com uma parte das atividades paradas. Outras 15% afirmam que a maior parte das atividades estão paradas e 6% ainda não retomaram. Entre as micro indústrias, 50% estão funcionando normalmente e 7% ainda permanecem totalmente paradas. Já as pequenas indústrias, este índice sobe para 65% com as atividades normalizadas e apenas 1% ainda não retomaram. Há sinais positivos também no índice que mede a satisfação das micro e pequenas indústrias. Na escala que vai de 0 a 200, foi registrada a terceira alta seguida, atingindo 118 pontos e alcançando o patamar de fevereiro de 2020, início da pandemia. 

 

Custos de produção voltam a pesar 

Ao longo  primeiro semestre, o índice que mede o peso dos custos de produção para as micro e pequenas indústrias apresentava melhora gradual, mas piorou entre maio e junho, caindo de 87 para 62 pontos numa escala de 0 a 200. Portanto, mais empresas nesse período passaram a enfrentar alta significativa nos custos de produção. Considerando as despesas com energia elétrica, cada vez mais representativa nessa soma, segundo a pesquisa, 69% das empresas consultadas tiveram alta significativa de custos entre maio e junho. 

Índice chega a 81% considerando somente o universo das pequenas indústrias. Conforme gráfico a seguir: Essa alta registrada reflete a dificuldade das micro e pequenas indústrias com falta de matéria-prima e insumos (52%), alta nos preços de matéria prima (84%), atraso na entrega de materiais (43%) e baixa qualidade (31%).  

 

Desemprego ainda segue em alta 

O índice de contratações e demissões se mantem estável, mas ainda é preocupante. De acordo com a pesquisa, o saldo de vagas continua negativo. 

 

Balanço do semestre 

Para 41% das micro e pequenas indústrias, os resultados em 2021 até agora foram melhores do que no primeiro semestre do ano passado. Outras 37% consideram os resultados piores no mesmo período. Quando perguntadas sobre a avaliação das vendas, 41%, afirmaram que o resultado do primeiro semestre foi dentro do esperado e 44% reportaram vendas abaixo do esperado. Apenas 15% tiveram resultado acima do ePara o segundo semestre, 57% das micro e pequenas indústrias esperam resultados melhores do que os atingidos nos primeiros meses de 2021. Para 33% a expectativa é de ao menos repetir os resultados do primeiro semestre. 

 

“Caixa Tem”  vai possibilitar empréstimo R$ 5 mil para o MEI 

O aplicativo da Caixa Econômica Federal foi inicialmente desenvolvido como um meio para efetuar os pagamentos do Auxílio Emergencial. No entanto, mediante o número crescente de usuários, o Caixa Tem vem contando cada vez mais com novas funcionalidades e serviços, bem como maiores facilidades no meio digital. Agora a novidades são na linhas de microcrédito que podem ser solicitados até por àqueles que estão com o nome negativado junto ao Serasa ou SPC, e que atende os da classe com renda mais baixa com  200.00  ou 300.00  até a concessão de créditos de  R$ 5.000 destinados ao microempreendedor individual (MEI). A outra boa novidade  é o seguro de apoio familiar onde será possível a adesão do financiamento por morte por qualquer motivo, inclusive, as em decorrência da Covid-19. Além disso, em situações nas quais o falecimento foi mediante a um acidente, o seguro irá pagar uma cesta básica por três meses, mais R$ 2 mil ao cônjuge ou filho mais jovem.   

Mais Sobre Economia

Agrolab Amazônia abre portas para o Sebrae em Brasília

Agrolab Amazônia abre portas para o Sebrae em Brasília

A realização da primeira edição do Conecta Sebrae – Agrolab Amazônia já é capaz de abrir as portas institucionais para o Sebrae em Rondônia na capit

Trabalho e produção de Agroindústrias Familiares são fortalecidos na 5ª Exposição da Feira no Palácio Rio Madeira

Trabalho e produção de Agroindústrias Familiares são fortalecidos na 5ª Exposição da Feira no Palácio Rio Madeira

O Governo de Rondônia , por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), promoveu nesta sexta-feira (30), no estacionamento Pirarucu do Palác

O reflexo financeiro do crédito de imposto não recuperado

O reflexo financeiro do crédito de imposto não recuperado

Empresas com saldo credor do imposto, são uma forma cada vez mais utilizada pela Fazenda Estadual para aumentar a sua arrecadação.   Justamente por

O consumo volta a gerar crescimento da economia

O consumo volta a gerar crescimento da economia

O Boletim Focus, que,  na semana passada, estimava o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de bens e serviços produzidos internamente n