Porto Velho (RO) sexta-feira, 7 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Economia

Governo federal facilita crédito para micros e pequenos, via pronampe

Presidente da Federação do Comércio de Rondônia, Raniery Araujo Coelho, avalia o Pronampe como uma alternativa de crédito para os micros e pequenos com o uso do fundo garantidor


Governo federal facilita crédito para micros e pequenos, via pronampe - Gente de Opinião

O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), sancionado recentemente pelo Governo Federal, pretende superar a dificuldade de acesso ao crédito, frequentemente apontada pelos empresários como um dos entraves para a manutenção das empresas em meio à pandemia, inclusive com medidas de desburocratização para que a obtenção de recursos torne-se efetiva. De acordo com a lei, as empresas poderão tomar empréstimos de até 30% da receita bruta anual registrada em 2019. Serão R$ 15,9 bilhões destinados ao programa, com taxa de juros anual máxima igual à Selic acrescida de 1,25% sobre o valor concedido, com prazo de pagamento de 36 meses.

A nova linha de crédito poderá trazer alívio financeiro para 4,58 milhões de pequenos negócios impactados pela pandemia. O presidente da Fecomércio/RO e Vice-Presidente da Confederação Nacional do Comércio-CNC, Raniery Araujo Coelho, ressalta que “O crédito não estava sendo obtido pelas micro e pequenas. O Pronampe com o mecanismo de crédito através do fundo garantidor permitirá, enfim, o acesso ao crédito tão necessário nesta hora”. Também, como tem sido feito pela instituição em muitos momentos, a Fecomércio Rondônia está discutindo estratégias para colocar os empresários no radar das instituições financeiras. “Nós precisamos, neste momento, de crédito para manter as empresas e os empregos, assim estamos procurando formas de auxiliar e facilitar a relação com os bancos”, afirmou Raniery.

Na última terça-feira (9), a Receita Federal iniciou o envio de comunicado às Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP) com a informação do valor da receita bruta, com base nas declarações dos contribuintes ao fisco, para viabilizar a análise da linha de crédito do Pronampe com as instituições financeiras. Nesta primeira etapa, receberão o comunicado as empresas optantes pelo Simples Nacional e a partir desta quinta (11) será enviado via Caixa postal localizada no e-CAC às empresas não incluídas no Simples Nacional. O detalhamento da medida está em portaria publicada no Diário Oficial da União. Confira:

http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-978-de-8-de-junho-de-2020-260786270?utm_campaign=boletim__pronampe_pode_dar_alivio_financeiro_para_458_milhoes_de_negocios_impactados_pela_pandemia&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

Mais Sobre Economia

Cristóvão Buarque é mais um palestrante confirmado na Agrolab Amazônia

Cristóvão Buarque é mais um palestrante confirmado na Agrolab Amazônia

O evento digital Conecta Sebrae Agrolab Amazônia acabou de ganhar mais um grande nome em sua programação oficial: o ex-governador do Distrito Federal

Aprovado empréstimo de R$50 mil  para MEI e microempresas via maquininha de cartão

Aprovado empréstimo de R$50 mil para MEI e microempresas via maquininha de cartão

Reforma Tributária e o PIS e o COFINS (1)         Perguntamos ao consultor José Ribeiro especialista em treinamento corporativo, que nos assessora n

Variação no preço do combustível da cidade de Porto Velho em julho

Variação no preço do combustível da cidade de Porto Velho em julho

Gasolina comumO litro da gasolina comum, com preço médio de R$4,08 teve um aumento de 3,50% no mês de julho em comparação com o mês de junho. Já, no