Porto Velho (RO) sexta-feira, 24 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Zekatraca: Choro Amazônico do Pará a Rondônia, hoje às 20h30 no Sesc


 
 

A partir das 20h30 vamos aplaudir o músico paraense Adamor do Bandolim

Gente de OpiniãoChorinho, o ritmo mais brasileiro entre todos, vai ecoar durante alguns momentos na noite de hoje 5, dentro do Teatro José Saled Morheb mais conhecido como teatro Um do Sesc Esplanada, graças a programação da I Mostra Sesc Amazônia das Artes, que está acontecendo em Porto Velho desde o último sábado e que hoje, apresenta o espetáculo musical “Choro Amazônico” com o bandolinista Adamor Ribeiro e o grupo Gente de Choro de Belém (PA).

Antes de entrarmos em detalhe sobre o espetáculo Choro Amazônico, vamos dizer sobre o maravilhoso espetáculo “O Espelho da Lua”, apresentado pelo grupo acreano “De Olho na Coisa”. Entre cantos, zumbidos e coaxas próprios da floresta amazônica, a lenda da Vitória Régia vai sendo contada através de um jogo de cena e efeitos especiais jamais visto numa peça de teatro em nossa cidade. Naia (Vitória Régia) ludibriada pelo “amor” do guerreiro Tiê que se transforma em vários seres encantados da floresta, na tentativa de conquistar o coração da pequena índia, esquece, ao levá-la a passear transformado em Urubu Rei, que a lua havia voltado a ser refletida nas águas do rio. Naiá ao ver seu rosto refletido no espelho d’água se joga para nunca mais voltar, aliás, quando volta, é na forma da flor aquática mais bonita da Amazônia a Vitória Régia.

Choro Amazônico

Hoje a partir das 20h30 vamos aplaudir o músico Adamor do Bandolim, como é conhecido no meio artístico paraense. Adamor é caboclo do Marajó, nascido na cidade de Anajás, é músico autodidata, iniciou sua trajetória musical em 1958, participando de um programa de calouros, na Rádio Difusora de Macapá, foi Carteiro de 1962 a 1970.

Em 2007 lançou seu segundo CD denominado de “Choro Amazônico”, patrocinado pela Petrobrás, que será apresentado hoje pelo projeto Amazônia das Artes.

Ficha técnica:
Adamor Ribeiro – bandolim
Marcelo – cavaco
Cardoso – violão de seis cordas
Paulinho moura – violão de sete cordas
Amarildo – Pandeiro

Local: Teatro Um do SESC
Dia: 05/08/2010 – Quinta
Hora: 20h30min
Classificação: Livre


Fonte: Sílvio Santos - zekatracasantos@gmail.com  
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /  Siga o Gentedeopinião noTwitter  /   YouTube 
 Turismo   /  Imagens da História


 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio