Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Vinhos, queijos e muitos filmes no 3º Curta Amazônia


É isso mesmo, quem for na abertura oficial do 3º Curta Amazônia no sábado do dia 23 de junho as 19 horas no Sesc Esplanada, poderá apreciar e degustar um bom vinho brasileiro regado com queijos antes das sessões de filmes.

Com 8 dias de duração, o Festival de Cinema apresenta suas sessões competitivas e paralelas no Sesc Rondônia de 23 a 28 de junho a partir das 19 horas e nos dias 29 e 30 na Praça Madeira Mamoré com exibições de filmes convidados, premiações e atrações artísticas culturais. No dia 27 de junho tem sessão inclusiva aos idosos na Casa do Ancião às 19 horas e no dia 28 de junho no bairro Mocambo a partir das 19:15 horas num dos bairros históricos de Porto Velho.

O Cinema em debate será na terça dia 26 de junho pela manhã no Teatro 1 Sesc Esplanada com discussões abertas ao público interessado, palestra que será conduzida pelo advogado Giuliano Viecili onde o tema abordado será “As fotografias de Dana Merril - Domínio Público/Direito Autoral e Patrimonial”, excelente debate que bota em xeque as questões relacionadas às publicações de obras, principalmente, as relacionadas ao direito de imagem de exibição. Outra importante atração é o Seminário sobre a Estrada de Ferro Madeira Mamoré, propiciando ao público presente como estão os andamentos de preservação e conservação desse importante patrimônio material em nosso estado. A palestra principal está sob o comando do historiador regional Anisio Gorayeb, nascido em Porto Velho e profundo conhecedor de nossa história local, recentemente recebeu na Assembléia Legislativa o título de Honra ao Mérito pelos relevantes serviços prestados à comunidade rondoniense. Para esse seminário estão convidados autoridades dos poderes constituídos e envolvidos, como o Iphan, Secel, Fundação Iaripuna e ex-ferroviários.

Na abertura e encerramento do Festival, teremos a participação especial do Duo Pirarublue da Amazônia que apresentam um repertório extremamente regional, mostrando ao público presente que em Rondônia não precisamos importar atrações musicais, pois temos músicos e músicas de qualidade, quiçar até para exportação.

Essa apresentação musical regional faz parte da aproximação da sétima arte com a música, haja vista, que o Duo Pirarublue da Amazônia faz composições para trilhas sonoras de filmes produzidos, principalmente em Rondônia.

O filme convidado “Aquele apito do trem” que abre o Festival na sessão noturna é da diretora rondoniense Sâmia Dias, com produção de Ricardo Silva, documentário de 2005, 8 min, Nova Mamoré. O filme apresenta os primeiros moradores de Nova Mamoré que se emocionam ao lembrar dos tempos da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. Esse filme faz parte do projeto Revelando os Brasil que foi cedido pelo Instituto Marlin Azul através da produtora cultural Sheila Shunck de Vitória Espírito Santo.

Dando sequência da programação de sábado à noite, o vídeo-clipe rondoniense “Em Candeias” de Giovani de Toledo que traz a exaltação artística à Candeias do Jamari, música e vídeo mostram belezas e encalços da cidade com desejo de que haja uma preservação do patrimônio natural, encandeia... alumeia Candeias!!!. Abre a sessão competitiva do sábado, que acontecerão todas as noites no Sesc Esplanada, pois o Festival tem a partir dessa edição a categoria vídeo-clipe. “Em Candeias”, com letra de Tino Alvez, Amarildo Santos e Giuliano de Toledo.

Parcerias de resultados extremamente culturais, que fortalece nossa região e engrandece quem ama e tem carinho por nossa querida Rondônia e, creditam suas marcas em bandeiras potencialmente regionais, cultural e artística, juntamente com o público formador de plateia do Cinema Brasileiro, potencialidades criativas e privadas como a Aqui Publicidade, a valorosa Imprensa Rondoniense, o Sesc Rondônia do Sistema Fecomércio, a ABD Rondônia, o Fórum dos Festivais, as entidades públicas como a Eletrosul do Sistema Eletrobrás do Governo Federal, a Secel do Governo da Cooperação, Iphan Rondônia, Emater, Fundação Iaripuna, Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres.

Prestigiem e compareçam e divulguem, porque o Curta Amazônia é 100% rondoniense e beradeiro.

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio